Projeto de extensão utiliza jogos de tabuleiro como ferramenta de ensino

Nada como aprender se divertindo, não é mesmo?

Esse é o objetivo de um projeto extensão dos Câmpus Cornélio Procópio e Londrina que utiliza jogos de tabuleiro como ferramentas de ensino. O projeto é coordenado pelo Laboratório Universitário de Desenvolvimento de Inteligências e Cognições (Ludico).

Nos eventos do projeto, além de muitos jogos, rola também debates sobre como essa prática pode auxiliar o processo de ensino-aprendizagem, história dos jogos de tabuleiro, e desenvolvimento e criação de novos jogos.

Evento realizado no último dia 25 no Câmpus Londrina (Foto: Divulgação)

Evento do Ludico realizado no último dia 25 no Câmpus Londrina (Foto: Divulgação)

Segundo o professor Mauricio Iwama Takano, um dos coordenadores do projeto, muitos estudos já comprovam que o “brincar” é uma das atividades onde as pessoas mais conseguem desenvolver suas diversas inteligências. “Durante um simples jogo de tabuleiro, o participante pode desenvolver desde sua inteligência interpessoal até sua inteligência lógico-matemática. Cada jogo ajuda a desenvolver uma inteligência diferente”, comenta. Os eventos são sempre gratuitos e abertos aos públicos interno e externo.

Evento do último dia 25 reuniu mais de 140 participantes (Foto: Divulgação)

Evento do último dia 25 reuniu mais de 140 participantes (Foto: Divulgação)

Ficou a fim de participar? Marque na sua agenda: o próximo evento será realizado no dia 29 de abril, das 10h às 20h, no Câmpus Londrina, e fará parte do Dia Internacional do Jogo de Tabuleiro. Para esta próxima edição, também estão sendo planejadas algumas atrações diferenciadas como, por exemplo, jogos em tamanho gigante, onde os jogadores poderão fazer parte do jogo como se fossem peças do tabuleiro, e um escape room, uma espécie de sala temática que funciona como jogo de imersão onde o objetivo é encontrar uma ‘saída’ dentro de um tempo pré-determinado.

Para saber de outros eventos, basta colar na fan page do Ludico 😉

 

 

Concurso de aplicativos e jogos

O Ministério das Comunicações está com chamada pública aberta para seleção de aplicativos e jogos de interesse público para dispositivos móveis e TVs digitais conectadas.

Ao todo, serão selecionados 25 aplicativos e 25 jogos de interesse público. Para concorrer ao prêmio de R$ 80 mil, os projetos de aplicativos terão de ser “inéditos e originais”. A premiação para os jogos é ainda maior: R$ 100 mil para cada um dos selecionados. As inscrições para o concurso podem ser feitas até o dia 19 de setembro no site do Ministério das Comunicações. Somando todas as premiações, serão R$ 4,5 milhões em prêmios.

Quem pode participar?

Na categoria pessoas físicas, enquadram-se autores ou desenvolvedores com no mínimo 18 anos de idade, brasileiros natos ou naturalizados. Na categoria empresas estruturadas, enquadram-se pessoas jurídicas estabelecidas no Brasil classificadas como microempreendedor individual, micro, pequenas e médias empresas.

As propostas de projetos submetidas devem estar enquadradas em um dos seguintes temas:
1. Direitos e Defesa do consumidor
2. Educação / Ensino
3. Saúde
4. Mobilidade Urbana
5. Segurança Pública
6. Turismo e Grandes Eventos
7. Gestão colaborativa de utilidade pública
8. Tratamento de indicadores de políticas públicas (dados abertos)
9. Difusão de campanhas de utilidade pública

Ah, os apps e os jogos podem ser desenvolvidos para Android, iOS, HTML 5, Windows Phone, BlackBerry e Ginga.

E você aluno UTF, aproveite a oportunidade para mostrar todo o seu talento! 😉

Para mais informações, consulte o edital.

Exercícios para o cérebro

Você se lembra do que comeu semana passada na hora do almoço? E o nome do maior vulcão ativo do mundo? Se você conseguiu responder essas perguntinhas com facilidade é um bom sinal, mas se não conseguiu, não se preocupe: o Blog do Aluno vai te ajudar. Seguem algumas dicas de como deixar seu cérebro mais afiado!

Atualmente, com as ferramentas de busca tomando conta da nossa rotina, muitas vezes deixamos de usar e exercitar a memória. Foi pensando em atividades para desenvolver o cérebro e a memória que o site Cérebro Nosso de Cada Dia montou uma seleção de jogos que envolvem atividades especificas do cérebro. Os jogos utilizam a memória fotográfica, coordenação motora e planejamento estratégico.

Outros exercícios

Além de jogos, outras atividades também podem melhorar a capacidade cerebral. A primeira dica infalível é: dormir regularmente! Uma média de 7 a 8 horas de sono diário podem ajudar imensamente, mas é claro que isso pode variar de pessoa para pessoa. Transformar seu quarto em um lugar aconchegante é a chave para o descanso correto; procure não utilizá-lo como um ambiente para fazer trabalhos e é claro, evite ingerir álcool ou cafeína antes de se deitar.

As mudanças de rotinas devem ser realizadas como atividades regulares. Por exemplo, mudar o caminho para a faculdade, se vestir com a luz apagada e andar de costas pela casa ajudam a desenvolver habilidades do cérebro que não costumamos utilizar frequentemente. Atividades físicas e alimentações balanceadas são fundamentais para qualquer um que deseja uma vida saudável.

Algumas pesquisas apontam que o ser humano utiliza apenas 1/3, ou até menos que isso, do cérebro. Outros estudos afirmam que alcançamos sim a capacidade total da nossa massa cinzenta, porém não em tempo integral. Mas o importante mesmo é que devemos exercitar nosso cérebro. Assim como nosso corpo, que precisa se exercitar para se manter saudável, nosso cérebro também precisa de exercícios regulares.

O que você faz para exercitar seu cérebro? Deixe seu comentário. 😉