E-Sports na UTFPR

Já ouviu falar em esportes eletrônicos? Diferente dos games, o que caracteriza um esporte eletrônico é o nível de comprometimento e a postura dos atletas em relação ao jogo e suas equipes. Os jogadores são considerados cyberatletas quando revelam um verdadeiro engajamento nos treinos para melhorar suas táticas e evoluir para participar das competições. Os esportes eletrônicos tiram os games da posição de simples hobby e os colocam como esporte de alto comprometimento. Além disso, os e-Sports se diferenciam por contarem com entidades reguladoras e gerenciadoras de campeonatos e competições, nacionais e internacionais.

Os campeonatos se dividem em online e presenciais. Nos campeonatos online, os cyberatletas se encontram em determinado lugar e disputam as partidas através de uma plataforma online. Ao final de cada partida, os resultados são registrados, definindo os vencedores. Já os campeonatos presenciais acontecem geralmente durante eventos de games e tecnologia, patrocinados por grandes marcas.

Conversamos com o diretor de Marketing e Eventos do Centro Acadêmico de Engenharia Eletrônica (CAEEL) e do UTFPR e-Sports, do Câmpus Ponta Grossa, Gabriel Fujiyama, que nos explicou um pouco sobre o universo dos e-Sports e nos falou como esses campeonatos acontecem por aqui.  “No Brasil, esse mercado ainda é baixo por não contarmos com uma estrutura de rede própria para suportar os servidores dos games”, comenta Gabriel.

“O cenário está mudando para melhor, e o país já está recebendo grandes competições, como a Intel Master Extreme, a Campus Party e a Brasil Games Show (BGS), onde os times da América Latina competem por vagas nos campeonatos mundiais”, completa. A premiação nos campeonatos mundiais chega a 1 milhão de dólares, e muitos cyberatletas recebem salários para jogar representando as melhores marcas, mas, segundo Gabriel, isso ainda é um pouco raro.

O UTFPR e-Sports acontece em parceria com a Atlética XV de outubro e o CAEEL, com o objetivo de desenvolver e organizar o e-Sport dentro das universidades, onde se concentra a maior parte dos cyberatletas. No começo desse mês foi promovido o primeiro campeonato de League of Legends do câmpus, voltado para os alunos matriculados. Futuramente, a proposta da iniciativa é que esses campeonatos aconteçam entre os demais câmpus da Universidade.

Pra ficar por dentro dos campeonatos e das novidades desse universo, é só curtir a fanpage do pessoal da UTFPR e-Sports no Facebook.