Alunos de Francisco Beltrão constroem protótipo de avião

Durante o ano de 2017, o Blog do Aluno apresentou inúmeros projetos bem legais desenvolvidos pelos alunos da Tecnológica. E para iniciar 2018 com chave de ouro, hoje você conhece um projeto dos alunos do curso de Licenciatura em Informática do Câmpus Francisco Beltrão, que resultou numa atividade de gerenciamento e desenvolvimento de um protótipo de avião planador.

Os alunos do 3º período receberam um desafio, na disciplina de Engenharia de Software, apresentado por um “cliente” (que na realidade era o professor responsável pela disciplina, Michel Albonico). A proposta consistia em construir um avião que decolasse sem o auxílio das mãos para impulso, voasse dois metros e pousasse em pé. É tipo um aviãozinho de papel que se mota quando crianças, mas agora em nível mais hard.

O projeto visa a utilização da metodologia SCRUM, que é um método de gestão e planejamento de projetos de software, onde os ciclos de atividades, chamados de Scrim, tem suas etapas divididas mensalmente. A metodologia incentiva o trabalho em equipe e à gestão inteligente, com distribuição de tarefas, reuniões periódicas e acompanhamento do desenvolvimento passo a passo do projeto.

E a cada etapa, o projeto ganhava novas atribuições, para simular situações reais do mercado de trabalho, onde os clientes solicitam diversas mudanças e avaliam seu produto. “Após alguns Sprints, nós voltamos com uma ideia para o cliente, que, por sua vez, passou um novo requisito: usar materiais de baixo custo e não utilizar madeira nem isopor. Assim, tivemos que modificar o projeto e então buscamos um protótipo de avião feito com palitos de churrasco e papelão, e já que ele não poderia ser lançado com a mão desenvolvemos também uma espécie de besta ou catapulta feita com palitos de picolé e dois elásticos de dinheiro”, conta o aluno Lucas Peruffo, que recebeu a tarefa de gerente do projeto.

E o resultado ficou bem legal. Confere só 😉

Protótipo de avião desenvolvido pelos alunos de Francisco Beltrão (Foto: Divulgação)

Protótipo de avião desenvolvido pelos alunos de Francisco Beltrão (Foto: Divulgação)

Além do resultado em si, com o auxílio da metodologia Scrum, os alunos puderam vivenciar o trabalho em equipe, com líderes acompanhando e distribuindo tarefas, coordenando e avaliando os resultados.

Aluno desenvolve aplicativo com informações acadêmicas

Começo de semestre na UTF nem sempre é fácil. Novas disciplinas, novos professores, às vezes até novas turmas para interagir. E aquele momento da vida do qual todos são vítimas: a dificuldade em descobrir – faltando 3 minutos para começar a aula – em qual sala a nova disciplina, o novo professor e a nova turma estão. Pensando nisso, um aluno do Câmpus Dois Vizinhos criou um aplicativo que, entre outras funções, mostra de forma rápida e simples a grade horária dos estudantes. Conheça o Aluno UTFPR, um app que pode ajudar a revolucionar a indústria do desculpa professor, é que meu celular não despertou…™. :)

O aplicativo, criado pela startup Appipoka, além de ser capaz de informar o horário das aulas e as respectivas salas, também mostra as disciplinas matriculadas e outras Informações do estudante como coeficiente, curso, período, turno e câmpus – tudo a partir do Registro Acadêmico (RA) e senha do aluno.

Segundo Reinaldo Fernandes, calouro da UTF em Engenharia de Software e um dos autores do projeto, o aplicativo ainda não está em sua versão final. A ideia da Appipoka é receber feedbacks dos usuários para melhorar o programa. Nesse sentido, o app tem um campo que permite aos estudantes enviarem sugestões de aprimoramento.

A Appipoka

A startup foi fundada em 2013 e trabalha para trazer soluções inovadoras para o mercado mobile. A fábrica de aplicativos também conta com trabalhos voltados à educação, comunicação, gestão de contatos e conferências de loterias.

E aí, gostou do app? Baixe, faça um teste e nos deixe um comentário. Nós do Blog do Aluno também experimentaremos para trocar impressões. 😉