Seleção para o Programa Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial

Estão abertas, até 10 de novembro, as inscrições para a seleção da turma 2018 do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial (Câmpus Curitiba). Ao todo, são oferecidas 70 vagas para as seguintes áreas de concentração: Engenharia Biomédica, Engenharia de Automação e Sistemas, Engenharia de Computação, Telecomunicações e Redes e Fotônica em Engenharia.

Para concorrer a uma das vagas, o interessado deve preencher o formulário on-line de inscrição, digitalizar e enviar a documentação comprovatória também pela página de inscrições. A classificação dos candidatos nessa primeira fase será feita com base na pontuação estabelecida pelo próprio edital normativo.

Logo na sequência, o candidato será submetido à Defesa de Proposta de Pesquisa (DPP). Nessa fase, uma banca constituída por até três professores irá avaliar as potencialidades do projeto, as pretensões e disponibilidades do candidato. As defesas serão agendas para o período de 4 a 8 de dezembro.

A divulgação dos candidatos selecionados ocorrerá até 15 de dezembro.

Doutorado

O ingresso de candidatos no curso de doutorado é realizado em regime contínuo; ou seja, não há data específica para inscrição. A matrícula é realizada após o cumprimento dos procedimentos para ingresso e sempre no início de uma das três fases, conforme calendário previsto no site do programa. Para o doutorado, são disponibilizadas até 60 vagas anuais.

Resumo

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial
Nível: mestrado acadêmico e doutorado;
Conceito Capes: 5;
Inscrições: até 10 de novembro.

Pesquisadores do Câmpus Curitiba ganham Prêmio Capes de Tese

Todos sabem a dificuldade de se livrar do tenebroso TCC, não é mesmo? E o que dirá de uma tese, exigência para a obtenção do grau de doutor? Pois olha só o que massa: o egresso Glauber Gomes de Oliveira Brante, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Informática Industrial (CPGEI), além de defender seu doutorado, teve seu trabalho escolhido para receber nada menos que “Prêmio Capes de Tese 2014”, um dos principais do país.

O resultado da premiação foi divulgado no último dia 02 no Diário Oficial da União. A tese premiada teve como título “Esquemas Eficientes de Comunicação Digital e Analógica com Diversidade Espacial e Cooperativa” e foi orientada pelo professor Richard Demo Souza.

E o legal não é só isso. O ex-aluno do CPGEI atua, agora, como professor da UTF, lotado no Departamento Acadêmico de Eletrotécnica do Câmpus Curitiba.

O Prêmio Capes de Tese consiste em: passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação; certificado de premiação a ser outorgado ao orientador, coorientador(es) e ao programa em que foi defendida a tese; certificado de premiação e medalha para autor; prêmio ao orientador para participação em congresso nacional, no valor de R$ 3 mil; bolsa para realização de estágio pós-doutoral em instituição nacional de até três anos para o autor da tese, podendo ser convertida em estágio pós-doutoral de um ano fora do país em uma instituição de notória excelência na área de conhecimento do premiado.

Concedida anualmente, a premiação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) é constituída pelo Prêmio Capes de Tese e Grande Prêmio Capes de Tese, em parceria com a Fundação Conrado Wessel. O Prêmio Capes de Tese é outorgado para as melhores teses de doutorado defendidas em 2013 e selecionadas em cada uma das 48 áreas do conhecimento reconhecidas pela Capes nos cursos de pós-graduação.