Projeto de extensão utiliza jogos de tabuleiro como ferramenta de ensino

Nada como aprender se divertindo, não é mesmo?

Esse é o objetivo de um projeto extensão dos Câmpus Cornélio Procópio e Londrina que utiliza jogos de tabuleiro como ferramentas de ensino. O projeto é coordenado pelo Laboratório Universitário de Desenvolvimento de Inteligências e Cognições (Ludico).

Nos eventos do projeto, além de muitos jogos, rola também debates sobre como essa prática pode auxiliar o processo de ensino-aprendizagem, história dos jogos de tabuleiro, e desenvolvimento e criação de novos jogos.

Evento realizado no último dia 25 no Câmpus Londrina (Foto: Divulgação)

Evento do Ludico realizado no último dia 25 no Câmpus Londrina (Foto: Divulgação)

Segundo o professor Mauricio Iwama Takano, um dos coordenadores do projeto, muitos estudos já comprovam que o “brincar” é uma das atividades onde as pessoas mais conseguem desenvolver suas diversas inteligências. “Durante um simples jogo de tabuleiro, o participante pode desenvolver desde sua inteligência interpessoal até sua inteligência lógico-matemática. Cada jogo ajuda a desenvolver uma inteligência diferente”, comenta. Os eventos são sempre gratuitos e abertos aos públicos interno e externo.

Evento do último dia 25 reuniu mais de 140 participantes (Foto: Divulgação)

Evento do último dia 25 reuniu mais de 140 participantes (Foto: Divulgação)

Ficou a fim de participar? Marque na sua agenda: o próximo evento será realizado no dia 29 de abril, das 10h às 20h, no Câmpus Londrina, e fará parte do Dia Internacional do Jogo de Tabuleiro. Para esta próxima edição, também estão sendo planejadas algumas atrações diferenciadas como, por exemplo, jogos em tamanho gigante, onde os jogadores poderão fazer parte do jogo como se fossem peças do tabuleiro, e um escape room, uma espécie de sala temática que funciona como jogo de imersão onde o objetivo é encontrar uma ‘saída’ dentro de um tempo pré-determinado.

Para saber de outros eventos, basta colar na fan page do Ludico 😉

 

 

Festival Ouros da Casa 2014

E aí, você é do Câmpus Cornélio Procópio e tem algum talento musical?

Prepare os instrumentos, os microfones e faça sua inscrição na edição 2014 do Festival Ouros da Casa. O evento será realizado nos dias 27 e 28 de agosto no Anfiteatro do próprio Câmpus.

Para se inscrever, basta entregar a ficha de inscrição, devidamente preenchida, na Diretoria de Relações Estudantis e Comunitárias (Derac) do Câmpus até o dia 04 de agosto. Mas fique atento aos horários de funcionamento do setor: 09h às 11h30 e 15h às 19h.

Ah, antes de realizar a inscrição é importante ler atentamente o Regulamento.

O evento é aberto a alunos, egressos, servidores técnico-administrativos e professores do Câmpus.

Nesta edição, também será escolhido o logotipo do evento. As inscrições vão até o dia 04 de agosto e o resultado será anunciado durante o Festival. Mais informações também estão disponíveis no Regulamento.

UTF Games acontece nos dias 01° e 02 de abril no Câmpus Cornélio Procópio

Essa é para os fissurados em games!

O Câmpus Cornélio Procópio realiza nos dias 01° e 02 de abril a primeira edição do UTF Games, antes conhecido como Laboratório de Jogos Digitais da UTFPR. O evento é aberto a todos interessados em jogos e entretenimento digital.

E olha só quem veio fazer o convite: os Irmãos Piologo, do Mundo Canibal!

Considerado o maior portal brasileiro de animações e vídeos próprios, o Mundo Canibal surgiu em 1998 e produziu verdadeiros clássicos da web como, por exemplo, a Avaiana de Pau. Hoje, a página conta com mais de 30 milhões de visualizações por mês.

Clique aqui e conheça a relação completa dos convidados do UTF Games.

A organização do evento também propõe um desafio aos participantes. Qualquer inscrito poderá enviar um vídeo de até 70 segundos apresentando seus jogos, mesmo aqueles que ainda não tenham sido concluídos. Os vídeos devem ser enviados até 29 de março e serão apresentados e premiados durantes os dois dias do UTF Games.

Mais informações e os procedimentos para inscrição estão no site do evento. Lá, a organização também dá dicas de hospedagem e transporte pra galera que quer participar, mas não mora em Cornélio Procópio.

Valor das inscrições:
– Até 17 de março: R$ 55
– De 18 a 31 de março: R$ 60
– Nos dias do evento: R$ 70

Bem-vindos à UTFPR de… Cornélio Procópio e Curitiba!

Cornélio Procópio

A cidade foi assim batizada em homenagem ao coronel Cornélio Procópio de Araújo Carvalho, conhecido como o grande defensor da estação ferroviária do km 125 – responsável pela expansão econômica da região na qual a cidade está inserida. Distante a apenas 44 km de Londrina, Cornélio Procópio tem uma população de aproximadamente 47 mil habitantes.

A famosa estação que deu origem à cidade, hoje abriga o Museu de História Natural. No local, estão expostos aproximadamente 1.500 animais taxidermizados, além de peças de arqueologia, antropologia indígena, paleontologia, geologia e entomologia.

Outro importante ponto turístico da cidade é o Monumento Cristo Rei (foto ao lado)Construído entre 1957 e 1958 e com quase 24 metros de altura, a estátua é a maior escultura sacra em bronze da América Latina. Cornélio Procópio também sedia o santuário Schoenstatt – réplica de um santuário em Schoenstatt, na Alemanha.

A UTFPR chegou ao município em 1993, ainda nos tempos de Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR), buscando atender às necessidades locais por uma educação de qualidade. Atualmente, o câmpus (foto ao lado) oferece dois cursos de nível técnico: Eletrônica e Mecânica; oito de nível superior: Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Computação, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Licenciatura em Matemática, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Tecnologia em Automação Industrial e Tecnologia em Manutenção Industrial; além de pós-graduações e cursos de extensão.

Endereços úteis:

Curitiba

Estrada principal do Câmpus-Sede da UTFPR

Estrada principal do Câmpus-Sede da UTFPR

A cidade-sede da UTFPR é a oitava mais populosa do Brasil, com quase 1 milhão e 900 mil habitantes, segundo estimativas de 2013.

Famosa por ser a capital mais fria do país, Curitiba oferece diversas opções de turismo e lazer. Uma boa dica é embarcar no Ônibus Linha Turismo e fazer um tour completo pela cidade; entre os mais de 25 pontos turísticos visitados pela jardineira estão o Museu Oscar Niemeyer, o Parque Jardim Botânico e a Ópera de Arame.

Já o Curitiba Free Tour apresenta a cidade e sua história por meio de uma caminhada pelas ruas do Centro Histórico. O passeio, realizado aos sábados e domingos, é guiado pelos próprios moradores da cidade.

Curitiba também é muito conhecida por suas soluções urbanas diferenciadas, especialmente por seu sistema integrado de transporte coletivo, pelo qual é possível ir para qualquer canto da cidade pagando apenas uma passagem. As canaletas exclusivas para ônibus biarticulados, os ligeirinhos (ônibus mais rápidos e com menos paradas) e a diferenciação por cores dos ônibus são modelos para outras cidades do mundo.

A UTFPR possui duas unidades em Curitiba: a Sede Central e a Sede Ecoville, oferecendo mais de 50 opções de cursos técnicos, de tecnologias, bacharelados, licenciaturas, especializações, mestrados, doutorados e ensino à distância. Você pode conferir a lista completa aqui.

Endereços úteis:

Gostou de Cornélio Procópio e Curitiba? Está animado para suas aulas começarem ou você é um veterano e tem alguma dica para deixar para seu calouro? Comenta aí! 😉

Aluno de Eletrotécnica participa de Jornada da Agência Espacial Brasileira

Já imaginou conhecer as instalações de um centro de lançamento espacial, conversar com um astronauta e ainda por cima participar de palestras sobre o tema? O aluno João Vitor Busquim Braga, do Curso Técnico de Eletrotécnica do Câmpus Cornélio Procópio, conseguiu. Ele foi o único estudante do Paraná selecionado para participar da 10ª edição da Jornada Espacial.

João Vitor no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI) localizado no Rio Grande do Norte.

Promovido pela Agência Espacial Brasileira (AEB), o evento aconteceu ente os dias 09 e 13 de dezembro, no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), no Rio Grande do Norte, e reuniu 38 alunos e professores de diversos estados brasileiros. O critério para escolha dos participantes foi a classificação na última Olimpíada de Astronomia e Astronáutica (OBA), realizada em maio do ano passado e que contou com mais de 800 mil inscritos.

Durante a Jornada, os participantes tiveram palestras sobre temas ligados ao setor aeroespacial e puderam ver de perto e entender um pouco mais sobre veículos suborbitais, lançadores de satélites, GPS, clima espacial e balão meteorológico.

João Vitor posa com equipamento espacial no Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), no Rio Grande do Norte.

Já no último dia do evento, o astronauta Marcos Pontes conversou com os estudantes sobre a Missão Centenário, projeto da Agência Espacial Brasileira (AEB) junto com a Agência Espacial da Federação Russa, que enviou o primeiro brasileiro ao espaço, em outubro de 2005.