Inscrições abertas para o programa de intercâmbio Brafitec

Se você é aluno de engenharia, chegou sua hora de fazer intercâmbio na França!

Já estão abertas as inscrições para o Brafitec, um programa de intercâmbio universitário em engenharia com universidades francesas de tecnologia. Nesta seleção estão disponíveis dois editais: “Criação de um Ecossistema Franco-Brasileiro de Formação de Engenharia – PUC-PR/UTFPR” e “Programa de Cooperação Franco-Brasileira para Formação de Engenheiros com Ênfase em Inovação Tecnológica”.

00152_intercambio_franca_01_5902709769433017937

As seleções são bem parecidas e têm como objetivo fornecer bolsas de estudos, financiadas pela Capes, para intercâmbio para estudantes dos seguintes cursos de engenharia: Ambiental, Civil, de Alimentos, de Automação e Controle, de Computação, de Materiais, Mecatrônica, de Produção, Elétrica, Eletrônica, Mecânica, de Materiais, de Produção, Química e Têxtil.

Aqui vão alguns requisitos cobrados para o aluno que deseja se candidatar:

– Estar cursando entre o 6º e o 8° período no momento da inscrição;
– Possuir um coeficiente de rendimento escolar igual ou superior a 0,7;
– Não possuir mais de três DPs;
– Ter realizado teste do Enem, após 2009, com pontuação igual ou superior a 600 pontos;
– Comprovar conhecimento do idioma francês equivalente no mínimo nível B1.

Ah, os alunos também serão avaliados conforme as atividades já desenvolvidas dentro da faculdade, estágios etc.

E os selecionados terão direito aos seguintes benefícios:

• bolsa mensal de: € 870;
• auxílio instalação no valor de € 1.320;
• seguro saúde no valor de € 90/mês;
• auxílio deslocamento para passagens aéreas no valor de U$ 3.412 para período acima de seis meses de bolsa e U$ 1.706 para abaixo de seis meses de bolsa;
• auxílio material didático no valor de € 1 mil.

Os intercâmbios serão realizados no período de outubro deste ano a julho de 2017.

Eita, bateu aquela vontade de embarcar nessa? Fique de olho! As inscrições estão abertas até 22 de abril e devem ser realizadas através do envio da documentação exigida nos editais para o seguinte endereço de e-mail: brafitec@utfpr.edu.br.

Qualquer dúvida, é só consultar os editais!

 

 

Concurso de fotografias do CNPq oferece R$ 30 mil em prêmios

Para celebrar o Dia Nacional da Ciência, comemorado neste 8 de julho, vai aí uma boa oportunidade para os pesquisadores amantes da fotografia. O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) está com inscrições abertas para a quinta edição do Prêmio de Fotografia – Ciência & Arte. São R$ 30 mil em prêmios!

Podem participar estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e pesquisadores brasileiros. O concurso é dividido em duas categorias: Imagens Produzidas por Câmeras Fotográficas (ambiente silvestre e ambiente antrópico); Imagens Produzidas por Instrumentos Especiais (ópticos, eletromagnéticos e eletrônicos).

Em cada categoria serão premiados até três candidatos:

1° lugar – R$ 8 mil
2° lugar – R$ 5 mil
3° lugar – R$ 2 mil

A escolha dos premiados será realizada por uma comissão julgadora constituída por sete pesquisadores, oriundos da comunidade científica e tecnológica, das seguintes áreas: artes, física, biologia, medicina, astronomia e arquitetura.

O objetivo do concurso é promover a popularização e a divulgação científica e tecnológica, mediante o uso e incentivo da produção de imagens no ambiente de pesquisa no Brasil.

E olha só quanta coisa bonita já saiu:

Anderson Garbuglio de Oliveira – Universidade Federal de São Paulo (2014)

Fábio Andrew Gomes Cunha – Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (2014)

Airton Cattani – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2011)

Osvaldo Mitsuyuki Cintho – Universidade Estadual de Ponta Grossa (2014)

Guilherme Ortigara Longo – Universidade Federal de Santa Catarina (2013)

Fábio José M.de Lima – Universidade Federal de Juiz de Fora (2011)

Paulo Robson de Souza – Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (2012)

Marcos Otavio Silvério – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (2014)

As inscrições vão até 31 de agosto. E qualquer dúvida, é consultar o regulamento. 😉

Grupo da UTF disponibiliza impressora 3D aos alunos

Há alguns anos as impressoras 3D têm figurado entres as principais tendências tecnológicas. As expectativas sobre suas possibilidades são grandes e ganham corpo com apresentações surpreendentes, como a do motor de avião a jato criado por cientistas australianos, no último mês, utilizando uma dessas impressoras. Estamos falando de um mundo onde as pessoas terão meios para produzir em casa seus próprios objetos, a partir de poucos cliques.

Esse mundo não está tão distante. Pelo menos se depender do Grupo de Impressão 3D da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O GIP3D, como é conhecido, está tornando a impressão 3D acessível aos alunos da universidade. Criado por dois professores – David Kretschek (DAMEC) e Carlos Vargas (DADIN) – e três alunos da instituição – Antonio Verguetz (na época Mecatrônica e atual mestrando PPGEM), Ciro Copetti Rodriguez (na época Engenharia Mecânica e hoje mestrando PPGEM) e Pedro Pacheco (Engenharia de Controle e Automação) -, o projeto quer ser a ponte entre os estudantes e uma tecnologia que ainda não é dominada pela maioria.

Uma das impressoras construidas pelo próprio grupo

Embora a UTFPR já possuísse impressoras desse tipo desde 1998, seu uso era restrito a algumas pesquisas e às empresas externas que tinham condições de pagar pela utilização. Com o desejo de popularizar a tecnologia, Vargas, professor de Design, abriu as portas de seu laboratório – que contava com duas máquinas. Foi o início da abertura para alunos e professores de toda a universidade.

Kretschek, coordenador do projeto, conta que o grupo ainda tem uma atuação restrita, por falta de máquinas e pessoas e que esse é o próximo passo a ser dado. Hoje, há abertura para alunos e interessados em ajudar – são bem vindos alunos desde as áreas de engenharia até design, administração e comunicação.

A médio prazo, o grupo planeja criar um curso de extensão sobre impressão 3D. E ainda adiante, projetar máquinas mais ‘user friendly’, com o máximo de fabricação interna, para que os alunos possam construir e operar em casa as suas próprias impressoras.

Gostou? Quer ajudar ou utilizar as impressoras? Entre em contato com o pessoal pelo facebook ou vá conversar pessoalmente. O GIP3D funciona no Bloco G da UTFPR, Câmpus Curitiba – Sede Centro. Ah, o acesso ao bloco é feito pelo portão ao lado do Banco do Brasil.

Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia

Estão abertas, até 10 de outubro, as inscrições para Prêmio Mercosul de Ciência e Tecnologia! O evento reconhece e premia os melhores trabalhos de estudantes, jovens pesquisadores e equipes de pesquisa que possam contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados ao Mercosul.

Nesta edição, o Prêmio será realizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do Brasil e terá o apoio institucional da Unesco. Ao todo, serão distribuídos mais de 20 mil dólares aos ganhadores, além de troféus, placas de menção honrosa e publicação em livro.

Certo. Mas como eu faço para participar? Para participar, o candidato deve apresentar um trabalho de pesquisa – já concluído – que aborde o tema “Popularização da Ciência” e estar dentro de uma das quatro categorias:

Iniciação Científica – estudantes do Ensino Médio, Técnico, com  no máximo 21 anos de idade.
Estudante Universitário – estudantes que estejam frequentando cursos de graduação.
Jovem pesquisador – graduados, mestrandos, mestres, doutorandos e doutores com até 35 anos.
Integração –  graduados, mestrandos, mestres, doutorandos e doutores, sem limite de idade.

O pesquisador ainda deve obedecer a certos requisitos, como: estar vinculados aos países membros e associados ao Mercosul, seja pela nacionalidade ou pela residência; apresentar o trabalho de pesquisa em português ou espanhol; e ter o foco do trabalho de pesquisa voltado aos interesses do Mercosul. Você pode conferir todas exigências, detalhes, e se inscrever no site do Prêmio.

Mas fique atento. Tanto os candidatos, como seus orientadores, devem cadastrar seus currículos na Plataforma Lattes do CNPq com antecedência de no mínimo de 72 horas antes do encerramento das inscrições. 😉

Inscreva-se no Prêmio Jovem Cientista!

Já estamos nas últimas semanas do primeiro semestre de 2014. Que tal aproveitar as férias para desenvolver uma pesquisa e participar do Prêmio Jovem Cientista?

O concurso é uma inciativa do CNPq e tem como objetivo revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade brasileira. As inscrições são divididas em três categorias: Mestres e Doutores, Estudantes do Ensino Superior e Estudantes do Ensino Médio.

O tema desta edição será Segurança Alimentar e Nutricional, e cada inscrito deverá seguir uma das linhas de pesquisa apontadas no regulamento. Se você quer participar, mas não está tão inspirado, pode conferir as webaulas que o CNPq disponibilizou sobre o tema do concurso.

A soma total da premiação é de R$ 120 mil e três Macbook’s Pro. E, além do prêmio em dinheiro, os três primeiros colocados de cada categoria receberão uma bolsa de mestrado, doutorado, pós-doutorado júnior, iniciação científica ou iniciação científica júnior, de acordo com o respectivo grau de formação.

Gostou? Você tem até 19 de dezembro para enviar o seu trabalho. Para mais informações, acesse o regulamento completo no site do prêmio.