2ª AstroPB oferece oficinas e palestras de astronomia

Você gosta ou tem curiosidade em assuntos relacionados a corpos celestes, e fenômenos que ocorrem fora da Terra? Então, com certeza, você vai se interessar pelo 2º AstroPB, que está rolando no Câmpus Pato Branco. O evento é promovido pela UTFPR e faz parte da programação do Tecsul 2016, que segue até o dia 30 de outubro na cidade.

Através do Departamento de Física e do Grupo de Estudos, pesquisa, extensão e inovação em Astronomia (GEAstro), o AstroPB oferece diversas atividades gratuitas voltadas a profissionais, estudantes e toda a comunidade.

A proposta da segunda edição é trazer palestras e oficinas sobre os diversas áreas da astronomia, como, por exemplo, explicar as manchas solares e também apresentar os foguetes didáticos. O evento também abriu um espaço voltado para alunos das redes municipais e de ensino médio, o Astro Kids.

Tecsul 2016

O TecSul é uma promoção da Prefeitura de Pato Branco, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, juntamente com a UTFPR. São dez dias de atividades com foco em tecnologia e inovação com o objetivo de aproximar a comunidade das pesquisas desenvolvidas na cidade.

Projeto do Câmpus Pato Branco auxilia alunos na preparação para o Enem

Estudantes do Câmpus Pato Branco da UTFPR se reuniram para criar um projeto de extensão para alunos de escolas públicas na cidade. As atividades desenvolvidas tem como objetivo melhorar o desempenho dos alunos do Ensino Médio que farão as provas do Enem. A proposta é conscientizar sobre a importância do Exame e incentivar os estudantes a ingressarem no Ensino Superior.

A execução do projeto começou em abril e já foram realizadas diversas ações como, por exemplo, apresentação da estrutura do Câmpus Pato Branco e seus cursos. Além disso, os alunos já realizaram ações interativas abordando os conteúdos cobrados no Enem.

002
Segundo a pedagoga Neldi Rossini, do Colégio Estadual São João, participante do projeto, “as abordagens adotadas estão motivando os estudantes a perceberem a importância da leitura e do estudo disciplinado”. Neldi também comentou que o projeto é importante para os alunos continuarem os estudos tendo a consciência que o ensino público superior é uma oportunidade alcançável.

E o calendário dessa galera está a mil! Os alunos terão acompanhamento, suporte e avaliações sobre o Exame, além de oficinas de redação com acadêmicos do curso de Licenciatura em Letras. Os alunos serão auxiliados ainda nos procedimentos pós-prova, nas inscrições do Sisu, Prouni e Fies. Ah, so término do projeto, o aluno que tiver o melhor rendimento no Enem cumprindo todos os requisitos determinados, ganhará um notebook.

E quem gostou da iniciativa e deseja ajudar, é só entrar em contato com a Maria Helena Belusso, uma das coordenadoras do projeto, através do email mariabelusso@hotmail.com.

Grupo teatral da UTFPR se apresenta no Festival de Curitiba

Dentre as mais de 400 apresentações programadas para o 24º Festival de Teatro de Curitiba, está a peça teatral “Meno Male”, montada pelo Grupo Artífice da UTFPR de Pato Branco.

“Meno Male”, escrita pelo ator e dramaturgo Juca de Oliveira, traz a história de Alberto, um secretário de estado corrupto que vive em uma infeliz união conjugal com Luísa. O político tem uma amante adolescente, Angelina. Certo dia, após sair com a jovem, Alberto bate no táxi de uma conhecida e seu romance é descoberto. A peça é uma comédia sobre corrupção, volúpia e cinismo.

Diretora e elenco da peça “Meno Male”. (Foto: Divulgação/Festival de Curitiba)

O Blog do Aluno conversou com a professora da UTFPR e diretora do espetáculo, Adriana Santos Auzani. Olha só:

Blog: O que motivou a escolha por encenar “Meno Male”?
Adriana: Encenar esta peça foi a possibilidade de apresentar, com muito bom humor, o tema da corrupção brasileira, diga-se de passagem, atualíssimo sempre; faz contraponto com essa temática, o da imigração italiana no Paraná.

A peça foi montada pela primeira vez há mais de 25 anos. O texto continua dialogando com a sociedade atual?
Sim, em sendo o teatro uma ferramenta política, pensamos ser esta peça uma forma de reflexão a respeito de toda a política nacional de ontem e de hoje.

Os atores do espetáculo são todos estudantes da UTFPR? Como foi a preparação do grupo para a peça?
Os alunos são todos do 3º grau dos cursos de Engenharia Elétrica, Mecânica e de Letras e pertencem ao Grupo Artífice, grupo de teatro da UTFPR Câmpus Pato Branco. O grupo se reúne durante duas a três vezes na semana na própria instituição para os ensaios. Muitos são os sacrifícios para que este grupo se mantenha há 20 anos; dificuldade que vai desde lugar adequado aos ensaios até busca de recursos financeiros para a operacionalização de peças.

Acredito nesta arte tanto como formação humana quanto formação acadêmica, uma vez que os alunos se envolvem com todo o processo que envolve a montagem de um espetáculo. Do estudo do texto, montagem do cenário e decisão de figurinos, apresentação, ao resultado final. Há envolvimento de todos e isso certamente tem relação direta com formação humana e com formação tecnológica.

O fato de ter sido convidada a fazer parte do teatro experimental universitário da Universidade Federal do Paraná, do Festival de Teatro de Curitiba, nos encheu de orgulho, pois somos um grupo de teatro amador e do interior do Estado e o reconhecimento desta atividade de extensão universitária para além da cidade de Pato Branco realmente nos faz pensar na importância de acreditar no trabalho que realizamos, na possibilidade de fazer sonhos se tornarem realidade. Isso é bom e motivador para todos da instituição.

E quais as expectativas para as apresentações na capital?
Sabemos que são vários os atores renomados que estarão no Festival de Teatro de Curitiba, e isso nos dá a oportunidade não só ampliar nosso olhar na área cultural como apresentar o nosso espetáculo, que ainda que amador, traz o exercício da arte do teatro. Assim, nossa expectativa é a melhor possível.

Além dessas apresentações, o grupo está ou entrará em cartaz em outro espaço?
Além de irmos ao Festival e apresentarmos a “Meno Male” durante os três dias, pretendemos apresentar essa peça em Pato Branco neste mês também. Recebemos um convite para encenar essa mesma peça em Portugal, no Festival Internacional de Teatro e Artes Performativas da Lusofonia da Universidade de Trás dos Montes e Alto Douro no período de 11 a 22 de maio, mas como já disse os recursos financeiros são escassos neste momento e não sabemos se estaremos presentes neste evento.

Adriana termina fazendo um convite:
Teremos muita satisfação em receber todos os alunos, professores e servidores da UTFPR Câmpus Curitiba nas apresentações da “Meno Male”, nos dia 3, 4 e 5 de abril! É um espetáculo gratuito, no Teuni, Teatro Experimental  na UFPR! Contamos com todos vocês!”

O TEUNI fica na rua XV de Novembro, 1299 – Centro. “Meno Male” tem classificação livre para todos os públicos. :)