Volta às aulas

Agora que passou a primeira fase de uma longa jornada acadêmica, a expectativa para o que vem a seguir é inevitável. Portanto, queremos que vocês sejam muito bem recebidos e acolhidos pela nossa Universidade! Não precisa ficar acanhado não, viu? Para não se sentir tão perdido, separamos algumas dicas e informações que podem dar aquela força.

A primeira dica é conhecer a estrutura da UTF, sua segunda casa nos próximos anos. E, para isso, basta dar uma olhada no mapa do câmpus onde seu curso é ofertado – os mapas estão disponíveis nos respectivos portais. Assim, você conhece onde ficam o departamento do seu curso, as secretarias, banheiros, quadras, bibliotecas e é claro, o R.U-zão da massa, pois ninguém é de ferro, né? 😉

Calouros são recepcionados no Câmpus Curitiba na sexta-feira, dia 5

Calouros são recepcionados no Câmpus Curitiba na sexta-feira, dia 5

 E pra você ter livre acesso aos ambientes da Universidade, não se esqueça de fazer seu crachá no Derac, o Departamento de Registros Acadêmicos, ou Secretaria, como é conhecido pela galera. A produção do crachá segue um cronograma próprio; então, informe-se sobre os dias e horários de atendimento. Atenção: o crachá é indispensável para você ter acesso ao R.U e à biblioteca.

O cadastro da biblioteca é bem simples. A partir do número da sua matrícula, será gerada uma senha pessoal para a realização de empréstimos, renovações on-line e consultas. Cada aluno pode emprestar cinco livros pelo período de sete dias, podendo ser renovado por outras três vezes. Lembrando que os atrasos geram uma multa de R$ 1 por dia para livro. É importante ficar atento a esse item, porque débitos na biblioteca impossibilitam a rematrícula nos semestres seguintes.

Mais atividades

E não é só de aulas que vive um universitário. Entre as atividades extracurriculares oferecidas pela UTF estão: os grupos de teatro, corais, incubadoras, hotéis tecnológicos e até empresas juniores. Ah, também há diversos projetos encabeçados pelos Centros Acadêmicos, representante dos interesses dos alunos junto as coordenações, e pelas Atléticas, responsáveis por dar uma mão pra galera que adora esportes.

Talvez você se sinta perdido nos primeiros dias até entender como tudo funciona, mas não tem erro não! Ao poucos você irá decorar até as milhares de siglas espalhadas pelo câmpus.

Ah, e para ficar ligado em todas as oportunidades que a UTF oferece, é só acompanhar nossos posts aqui no Blog do Aluno. 😀

Calouros de Francisco Beltrão e Pato Branco promovem trote solidário

Calouros de Francisco Beltrão e Pato Branco promovem trote solidário

E calouro da UTF é assim, já entra com o pé direito! Nos Câmpus Francisco Beltrão e Pato Branco, as atividades de integração à Universidade passaram longe dos trotes violentos e os calouros foram recepcionados com ações de cunho social.

post_blog_do_aluno_francisco_beltrao

Galera que realizou a atividade em Francisco Beltrão

Em Francisco Beltrão, a 2ª Gincana dos Calouros realizou uma prova para arrecadar donativos destinados a entidades e, em Pato Branco, o Trote Solidário “Pintando Perspectivas” propôs aos alunos a revitalização de uma ala feminina do Lar dos Idosos São Vicente de Paulo.

O resultado em Francisco Beltrão foi 2.500 peças de roupas, aproximadamente uma tonelada de alimentos, mais de 250 pares de calçados, além de brinquedos e colchões. O material foi entregue à Casa de Abrigo Anjo Gabriel, Apae, ONG Arca de Noé e ao CRAS do bairro Cidade Norte. No Câmpus Pato Branco, além das pinturas, os estudantes também puderam confraternizar realizando seções de música com os idosos internos. Os dois eventos foram realizados no início de abril.

calourada_solidaria2

Calourada solidária em Pato Branco

A caloura Natalia Anderloni, do curso de Engenharia Ambiental de Francisco Beltrão conta que apesar da brincadeira da Gincana, o intuito era mesmo ajudar as famílias que precisavam. E rolou até elogio da assistente social do CRAS, Vanice Martins Fedrigo: “a consciência social destes alunos ainda no começo da universidade é de fato impressionante, eles não se conheciam e mesmo assim se uniram para ajudar ao próximo”.

E o professor Gustavo Dias, de Pato Branco, comenta que “esta foi a primeira experiência do curso de Engenharia Civil na execução do Trote Solidário, sendo um trabalho de valorização e formação da cidadania, envolvendo alunos e professores numa atividade de convivência com os idosos do asilo”. A proposta é planejar atividades do projeto “Pintando Perspectivas” a cada semestre, com os alunos ingressantes do curso.

Um amor, né? :)

“Queremos que eles [calouros] sintam-se acolhidos aqui, já que irão passar os próximos anos neste ambiente acadêmico”, destaca Juliana Oliveira, presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Química de Francisco Beltrão.  A semana de atividades teve momentos de integração à universidade, ao curso, à sociedade, ações sociais, trilhas e provas que exigiam trabalho coletivo.

Ah, é muito orgulho desses calouros!

 

 

Cheguem mais, calouros! :D

Nada mais importante que conhecer o seu futuro “lar” pelos próximos anos, não é verdade? Essa mãozinha vai pra vc, que COM CERTEZA se sentirá bem perdido nos primeiros dias/meses de aula… ainda mais com os câmpus cheios de siglas enigmáticas e indecifráveis da UTF.

  • Uma boa é sair conhecendo os espaços físicos do câmpus em que irá estudar, assim você já pode conhecer alguns pontos importantes como banheiros, quadra esportiva, principais secretarias, departamento do seu curso e claro, o lugar mais pop da UTF, o R.U 😛
  •  A UTF é muito cuidadosa com os seus calouros e outros eventuais perdidos. Prova disso, é que alguns câmpus disponibilizam mapas para você ficar de olho e se localizar mais facilmente dentro deles. Para isso, basta buscar no site por “mapas” e “—nomedocampus—“.

Além de conhecer “fisicamente” a sua universidade, há pontos MUITO importantes ainda a se destacar. O primeiro deles é que a UTF é um lugar de OPORTUNIDADES.  O ambiente universitário é maravilhoso para você aprender, exercitar e desenvolver todas as suas qualidades! É por isso que, entrando aqui, você terá oportunidades para fazer quase tudo que gosta, evoluindo como acadêmico e cidadão.

Entre as oportunidades mais legais, estão os Cineclubs* (espaço dedicado para exibição de filmes e reflexão acerca deles), Teatro UTFPR* (oficinas de atuação e cenografia) e o Coral UTFPR* (orquestra e oficina de música). A UTF também é sempre recheada de atividades culturais, mostras de talentos, eventos comemorativos, feiras e simpósios para todos os gostos.

Frequentemente, acontecem olimpíadas e concursos científicos e/ou culturais para você colocar em prática tudo o que está aprendendo. Para os amantes do esporte, ocorrem jogos intercursos e intercampus, uma oportunidade bacana para se exercitar e conhecer pessoas diferentes. Há também vários grupos de estudos e pesquisas, formados por alunos e professores das mais diversas áreas.

Ah, sem falar dos projetos de ação social, ofertas de estágios, incubadora de negócios, programas de tecnologia assistiva… Ufa! É tanta coisa rolando, que aos poucos você irá conhecer um pouco de tudo.

E vai aí um aperitivo do que rola na UTF 😀

Coral no campus Francisco Beltrão

Teatro no campus Curitiba

Apresentação musical no campus Pato Branco

Cine-Debate no campus Cornélio Procópio

UTFashion
Desfile de moda no campus Apucarana

Feira de profissões no campus Londrina

Orquestra UTFPR em apresentação no campus Curitiba

Por último, o básico.

Faça amigos!
Pode até parecer óbvio, mas amigos ainda são o melhor caminho para se manter longe de roubadas. Vale à pena procurar na internet por grupo de pessoas do novo local com interesses iguais aos seus. Desembarcar em uma cidade onde já se têm conhecidos pode facilitar, e muito, sua vida de calouro.

E aproveitem, porque agora começam os melhores anos das sua vida! 😉

Guia de sobrevivência do calouro

Vem aí um novo semestre na UTF, é hora de dar as boas vindas aos nossos calouros! Mais uma vez o Blog faz sua parte, reunindo uma série de dicas para facilitar a vida dos pequenos padawans. Confira:

Moradia
No último semestre, um a cada quatro estudantes matriculados vieram de fora do Paraná, além daqueles que migraram dentro do estado. Se você é um desses calouros, precisará procurar por moradia, e o ideal é não perder tempo. Vá às redes sociais, analise as oportunidades e, se possível, reserve alguns dias para visitar o futuro lar, antes da mudança definitiva.

Você pode também pedir apoio à Universidade no Nuape (Núcleo de Acompanhamento Psicopedagógico e Assistência Estudantil) do seu câmpus. Lá, o estudante obtém informações e conselhos de profissionais acostumados a receber alunos vindos de fora. Há ainda, espalhados pelos câmpus, murais com anúncios de vagas.

Veja abaixo quadros com alguns prós e contras dos principais tipos de moradia encontrados pelos calouros:


Burocracias necessárias
Não tem jeito, estudante da UTF, em algum momento da vida, terá que dar um passadinha no Derac (Departamento de Registros Acadêmicos). Para economizar tempo, a dica é saber de antemão quais os procedimentos e documentos necessários para o seu caso. Para isso, acesse o página do Derac do seu câmpus. Veja dois dos procedimentos mais comuns:

  • Segunda chamada: quem perder alguma avaliação presencial e escrita, por motivo de doença ou força maior, poderá requerer uma segunda chamada – apenas uma vez por período. Preste atenção ao prazo de cinco dias, após a realização da avaliação, para apresentar a documentação comprobatória no Derac.
  • Convalidação de disciplinas: já cursou, na UTF ou outra faculdade, alguma disciplina do seu curso e não quer refazê-la? Apresente no Derac a ementa da matéria já cursada junto ao seu histórico, e preencha a ficha de petição.

Links importantes
Você vai precisar:

  • Normas para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos: fez um ótimo trabalho, mas não formatou nas normas? Perdeu nota! Guarde esse link para não passar por uma dessas.
  • Portal do Aluno: horários, notas, frequência, coeficiente, rematrícula… tudo se resolve nesse endereço!
  • Comprovante de Matrícula: é o primeiro ícone do Portal do Aluno, e dispensa a necessidade de ir pessoalmente ao Derac para retirar o documento. Uma mão na roda.
  • Atividades Complementares: a frase “o evento vale horas complementares” faz brilhar os olhos de quem estuda na UTFPR. Esse link explica o que são e quais as três categorias de atividades existentes.

Biblioteca
As Bibliotecas da UTFPR utilizam o Pergamum – Sistema Integrado de Bibliotecas, onde você pode fazer consulta ao acervo, renovação pela Internet e reserva de obras. Além de outros serviços, como fazer empréstimo entre as Bibliotecas dos câmpus da UTFPR e de outras instituições no Paraná e de outros estados. Tudo fácil e rápido, só não pode atrasar a devolução do livro, senão leva multa de R$ 1 (por cada livro).

RU
Um dos locais mais movimentados da Universidade, o Restaurante Universitário da UTFPR oferece almoço e jantar  por R$ 2,50 a refeição. Para ver o cardápio da semana basta acessar este link. O RU, além de alimentar, é um ótimo lugar para compartilhar a mesa e fazer novas amizades. E, para evitar decepções, lembre-se sempre de levar sua carteirinha para identificação!

Assistência Estudantil
A Universidade oferece um programa de assistência estudantil para alunos em estado de vulnerabilidade social. Os auxílios são divididos em quatro modalidades de bolsa: Auxílio Alimentação, Auxílio Moradia, Auxílio Instalação e Auxílio Básico. Acesse a página de assuntos estudantil para se familiarizar com o Programa.

Muitas das dicas dadas aqui foram retiradas do Manual do Aluno. O manual oferece diversas informações sobre procedimentos e atividades desse universo que é a UTF, vale a pena dar uma conferida. No mais, bem-vindo, calouro, e não esqueça a toalha! 😉

Calourada Solidária arrecada leite e ração para ONGs em Campo Mourão

A já tradicional Calourada Solidária de Campo Mourão, evento de integração entre calouros e veteranos do Câmpus, a cada ano consegue números surpreendentes em doações. :)

Neste ano, durante a edição que reuniu cerca de 700 alunos, os participantes arrecadaram aproximadamente 800 litros de leite, doados para as instituições Lar Mirian e Lar da Dona Jacira, e 700 quilos de ração animal, encaminhados à Associação de Protetores de Animais Independentes (PAIS).

A arrecadação foi apenas uma das muitas atividades que rolaram. Os alunos passaram uma tarde bem animada participando de provas (queima com bexiga d’agua e minhoca de papel filme!) e apresentações musicais. Tudo pensado para melhor acolher os novos estudantes dos cursos de Engenharia Civil, Eletrônica, de Alimentos e Ambiental, Tecnologia em Alimentos, Bacharelado em Ciência da Computação e Licenciatura em Química. O evento foi organizado pelo DCE e pelos centros acadêmicos dos cursos.

Confere aí o que rolou:

 

 

 

**** A Comissão organizadora do evento propôs atividades divertida, sustentáveis e sem riscos de acidentes, situações vexatórias ou violentas. A UTFPR incentiva a participação dos acadêmicos em atividades que, além de integrar calouros e veteranos, sejam uma forma de contribuir com questões sociais e mostrar a importância das ações solidárias.