Torote solidário de Física arrecada 57 bolsas de sangue para a Rede Hemepar

E olha só como trotes solidários são a melhor pedida para a estreia na universidade! O Centro Acadêmico de Física Nikola Tesla (Cant), do Câmpus Curitiba, realizou na última semana uma campanha mobilizando os alunos para a doação de sangue.

Alguns dos alunos que participaram da campanha de doação de sangue (Foto: Divulgação)

Alguns dos alunos que participaram da campanha de doação de sangue (Foto: Divulgação)

Ao todo, foram 57 alunos entre os turnos manhã e tarde. A instituição escolhida para a doação foi a Rede Hemepar. Além dos alunos de física, o convite se estendeu para todos os interessados do Câmpus Curitiba que desejassem participar.

A proposta do Centro Acadêmico foi justamente fazer os alunos passarem pelo ritual de entrada na Universidade de uma maneira que pudesse ajudar o próximo.

Parabéns, Cant! Solidariedade nunca está fora de moda 😉

Alun@ em Foco

Sim, a faculdade é uma novo mundo em vários aspectos. E pra galera que tá chegando sempre rola aquela insegurança. Não é mesmo?

Mas, relaxe! Nesta sexta-feira (10) o Câmpus Curitiba realiza na Sede Centro mais uma edição do Alun@ em Foco. O evento trará uma série de palestras com o pessoal dos coletivos, movimento estudantil e do Núcleo de Assistência Estudantil (Nuape) da UTF.

Ah, o evento também irá contar com uma apresentação do Sergio Ribs, youtuber e empreendedor universitário e criador da Universidade Capenga, o maior conjunto de mídias sociais de humor para universitários do Brasil; e do André Sionek, criador da Revista Polyteck.

Aparece por lá 😉

Calouros <3

A essa altura, é bem provável que a euforia de ter entrado na Universidade tenha sido substituída pelas dúvidas do que vem a seguir, né? É exatamente por esse motivo que queremos evitar ao máximo que nossos calouros se sintam perdidos na nossa querida UTF. Então, se liga aí em algumas dicas para dar aquela força no começo do semestre 😉

00405_capa_retorno_01_4338284224580218346

Você já conhece a estrutura do seu Câmpus? Caso não conheça, não esquente! Nos portais de cada câmpus está disponível um pequeno mapa para que você fique por dentro de onde fica o departamento do seu curso, as secretarias, banheiros, quadras, bibliotecas e é claro, o RU-zão. Ah, a menos que você seja da Sede Neoville em Curitiba ou do Câmpus Santa Helena, as únicas unidades que ainda não possuem Restaurante Universitário.

Mas não se preocupe, você ainda terá acesso livre aos ambientes da Universidade, só lembre de fazer seu crachá no Derac, o Departamento de Registros Acadêmicos, ou Secretaria, como é conhecido pela galera. A produção do crachá segue um cronograma próprio; então, informe-se sobre os dias e horários de atendimento. Atenção: o crachá é indispensável para você ter acesso ao RU e à biblioteca.

O cadastro da biblioteca é bem simples. A partir do número da sua matrícula, será gerada uma senha pessoal para a realização de empréstimos, renovações on-line e consultas. Cada aluno pode emprestar cinco livros pelo período de sete dias, podendo serem renovados por outras três vezes por igual período. Lembrando que os atrasos das devoluções geram multa de R$ 1 por dia, para cada livro. É importante ficar atento a esse item, porque débitos na biblioteca impossibilitam a rematrícula nos semestres seguintes!

Mais atividades…

E não é só de aulas que vive um universitário, não é mesmo?. Entre as atividades extracurriculares oferecidas pela UTF estão: os grupos de teatro, corais, incubadoras, hotéis tecnológicos e até empresas juniores. Ah, também há diversos projetos encabeçados pelos Centros Acadêmicos, representante dos interesses dos alunos junto as coordenações, e pelas Atléticas, responsáveis por dar uma mão pra galera que adora esportes.

Talvez você se sinta perdido nos primeiros dias até entender como tudo funciona, mas não tem erro não! Ao poucos você irá decorar até as milhares de siglas espalhadas pelo seu câmpus. Ou não, né?  ¯\_(ツ)_/¯

Ah, e para ficar ligado em todas as oportunidades que a UTF oferece, é só acompanhar nossos posts aqui no Blog do Aluno.

Volta às aulas

Agora que passou a primeira fase de uma longa jornada acadêmica, a expectativa para o que vem a seguir é inevitável. Portanto, queremos que vocês sejam muito bem recebidos e acolhidos pela nossa Universidade! Não precisa ficar acanhado não, viu? Para não se sentir tão perdido, separamos algumas dicas e informações que podem dar aquela força.

A primeira dica é conhecer a estrutura da UTF, sua segunda casa nos próximos anos. E, para isso, basta dar uma olhada no mapa do câmpus onde seu curso é ofertado – os mapas estão disponíveis nos respectivos portais. Assim, você conhece onde ficam o departamento do seu curso, as secretarias, banheiros, quadras, bibliotecas e é claro, o R.U-zão da massa, pois ninguém é de ferro, né? 😉

Calouros são recepcionados no Câmpus Curitiba na sexta-feira, dia 5

Calouros são recepcionados no Câmpus Curitiba na sexta-feira, dia 5

 E pra você ter livre acesso aos ambientes da Universidade, não se esqueça de fazer seu crachá no Derac, o Departamento de Registros Acadêmicos, ou Secretaria, como é conhecido pela galera. A produção do crachá segue um cronograma próprio; então, informe-se sobre os dias e horários de atendimento. Atenção: o crachá é indispensável para você ter acesso ao R.U e à biblioteca.

O cadastro da biblioteca é bem simples. A partir do número da sua matrícula, será gerada uma senha pessoal para a realização de empréstimos, renovações on-line e consultas. Cada aluno pode emprestar cinco livros pelo período de sete dias, podendo ser renovado por outras três vezes. Lembrando que os atrasos geram uma multa de R$ 1 por dia para livro. É importante ficar atento a esse item, porque débitos na biblioteca impossibilitam a rematrícula nos semestres seguintes.

Mais atividades

E não é só de aulas que vive um universitário. Entre as atividades extracurriculares oferecidas pela UTF estão: os grupos de teatro, corais, incubadoras, hotéis tecnológicos e até empresas juniores. Ah, também há diversos projetos encabeçados pelos Centros Acadêmicos, representante dos interesses dos alunos junto as coordenações, e pelas Atléticas, responsáveis por dar uma mão pra galera que adora esportes.

Talvez você se sinta perdido nos primeiros dias até entender como tudo funciona, mas não tem erro não! Ao poucos você irá decorar até as milhares de siglas espalhadas pelo câmpus.

Ah, e para ficar ligado em todas as oportunidades que a UTF oferece, é só acompanhar nossos posts aqui no Blog do Aluno. 😀

Calouros de Francisco Beltrão e Pato Branco promovem trote solidário

Calouros de Francisco Beltrão e Pato Branco promovem trote solidário

E calouro da UTF é assim, já entra com o pé direito! Nos Câmpus Francisco Beltrão e Pato Branco, as atividades de integração à Universidade passaram longe dos trotes violentos e os calouros foram recepcionados com ações de cunho social.

post_blog_do_aluno_francisco_beltrao

Galera que realizou a atividade em Francisco Beltrão

Em Francisco Beltrão, a 2ª Gincana dos Calouros realizou uma prova para arrecadar donativos destinados a entidades e, em Pato Branco, o Trote Solidário “Pintando Perspectivas” propôs aos alunos a revitalização de uma ala feminina do Lar dos Idosos São Vicente de Paulo.

O resultado em Francisco Beltrão foi 2.500 peças de roupas, aproximadamente uma tonelada de alimentos, mais de 250 pares de calçados, além de brinquedos e colchões. O material foi entregue à Casa de Abrigo Anjo Gabriel, Apae, ONG Arca de Noé e ao CRAS do bairro Cidade Norte. No Câmpus Pato Branco, além das pinturas, os estudantes também puderam confraternizar realizando seções de música com os idosos internos. Os dois eventos foram realizados no início de abril.

calourada_solidaria2

Calourada solidária em Pato Branco

A caloura Natalia Anderloni, do curso de Engenharia Ambiental de Francisco Beltrão conta que apesar da brincadeira da Gincana, o intuito era mesmo ajudar as famílias que precisavam. E rolou até elogio da assistente social do CRAS, Vanice Martins Fedrigo: “a consciência social destes alunos ainda no começo da universidade é de fato impressionante, eles não se conheciam e mesmo assim se uniram para ajudar ao próximo”.

E o professor Gustavo Dias, de Pato Branco, comenta que “esta foi a primeira experiência do curso de Engenharia Civil na execução do Trote Solidário, sendo um trabalho de valorização e formação da cidadania, envolvendo alunos e professores numa atividade de convivência com os idosos do asilo”. A proposta é planejar atividades do projeto “Pintando Perspectivas” a cada semestre, com os alunos ingressantes do curso.

Um amor, né? :)

“Queremos que eles [calouros] sintam-se acolhidos aqui, já que irão passar os próximos anos neste ambiente acadêmico”, destaca Juliana Oliveira, presidente do Centro Acadêmico de Engenharia Química de Francisco Beltrão.  A semana de atividades teve momentos de integração à universidade, ao curso, à sociedade, ações sociais, trilhas e provas que exigiam trabalho coletivo.

Ah, é muito orgulho desses calouros!