Estudantes da UTFPR conquistam segundo lugar no Hackathon Paraná 2016

Os estudantes de engenharia do Câmpus Curitiba Diogo Knop e Leonardo de Angelis conquistaram o segundo lugar na Hackathon Paraná 2016, maratona de programação voltada para o desenvolvimento de soluções tecnológicas de interesse público. O evento foi realizado no último dia 9 e reuniu mais de 50 participantes durante as 36 horas ininterruptas de competição.

Diogo e Leonardo desenvolveram um aplicativo capaz de substituir o sistema de bilhetagem eletrônica do transporte público utilizado atualmente. Também faziam parte da equipe os acadêmicos Willian Teleginski (PUC-PR) e Igor Koubetch (UTP).

Os alunos Diogo Knop e Leonardo de Angelis, integrantes da equipe Mobi Dataminer (Foto: Cristiano Sousa)

Os alunos Diogo Knop e Leonardo de Angelis, integrantes da equipe Mobi Dataminer (Foto: Cristiano Sousa)

Segundo Diogo, o projeto também contribui mapear deslocamentos e demandas do transporte público, comparando-se à metodologia de pesquisas “origem-destino”, aplicada atualmente pelas prefeituras municipais. “Esses dados permitem segurança na definição de estratégias de mobilidade urbana e no planejamento do transporte para os anos seguintes”, afirma o estudante de Engenharia Eletrônica.

Outra funcionalidade é poder auxiliar no planejamento de políticas públicas para o setor. É o que destaca o Leonado, acadêmico de Engenharia Civil: “o aplicativo poderá fornecer informações precisas, para que os gestores públicos adequem o transporte de maneira eficiente, direcionando recursos para as linhas de ônibus com maior demanda, ou seja, proporcionando mais investimentos no setor e redução de custos”.

Hackathon Paraná

Lançado no mês de setembro no Câmpus Curitiba, o Hackathon Paraná 2016 tem como objetivo incentivar a criação de soluções inovadoras voltadas à gestão pública. A iniciativa do Governo do Estado do Paraná, por meio da Secretaria Estadual do Desenvolvimento Urbano (Sedu), enfocou nas áreas de “Obras Públicas” e de “Transporte Público”.

 

Alunos de Cornélio Procópio conquistam 1° lugar em competição de startup

Olha só como essa galera tá arrasando no empreendedorismo!

A equipe Cognitiva, formada por empreendedores da Incubadora de Cornélio Procópio conquistaram o 1º lugar na edição anual da Startup Weekend. O evento de empreendedorismo internacional, que é o maior entre os de startups no mundo, aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de junho, no Sebrae de Londrina.

sebrae_londrina

A equipe desenvolveu um aplicativo, o GeoPromo, que recomenda promoções de restaurantes e bares para pessoas próximas a esses estabelecimentos, nomeado como GeoPromo. A ideia foi desenvolvida para a participação no evento e está, agora, em fase de protótipo.

“Este tipo de evento é de extrema importância na minha formação acadêmica e profissional, pois eventos relacionados à empreendedorismo fazem com que se possa ver além do que é ministrado dentro de uma sala de aula, com situações reais”, comenta Thayna Gimenez, aluna do 7º período de Engenharia de Computação e integrante da equipe.

Parabéns, galera!

Aplicativo UTFBus

Agora, os estudantes do Câmpus Ponta Grossa contam com uma forcinha na hora do deslocamento para a UTF: o “UTFBus”, um aplicativo simples e de fácil uso que informa os horários dos coletivos que fazem linha até o Câmpus.

O app foi desenvolvido pelos alunos Lucas Jansen, Rafael Breus, Robson Penteado e Patrick Staroin, todos do primeiro período do curso de Ciência da Computação, durante a disciplina de introdução à Ciência da Computação.

O aplicativo foi feito para a plataforma Android, é gratuito e está em sua primeira versão.

Estudantes da UTF desenvolvem app vencedor da 3ª edição do Campus Mobile

Os alunos recém-formados Douglas Henrique Batista, Jaylon Henrique da Silva e Moises Meirelles dos Santos Filho conquistaram, no último dia 14, a terceira edição do concurso de aplicativos Campus Mobile – projeto realizado em parceria entre o Instituto Embratel Claro e a Universidade de São Paulo (USP).

O trio desenvolveu o app Minha Leitura, onde é possível cadastrar os livros que se está lendo, lançar o progresso da sua leitura, inserir notas, e ainda criar notificação para não perder o horário de ler. A ideia é que o programa auxilie o usuário a adquirir o hábito da leitura, já que, como comprovou uma pesquisa formulada pela equipe, há um grande percentual de pessoas que começam um livro, mas não chegam ao final por falta de tempo ou de motivação.

O Minha Leitura foi premiado na categoria “Tecnologias Sociais”, depois de ter sido testado e aprimorado dentro das fases da competição. Douglas conta que o concurso trouxe grande aprendizado e uma visão mais ampla do mercado e de como poderiam avançar com o desenvolvimento do aplicativo. “Vimos que há muitas oportunidades e pessoas que estão dispostas a nos ajudar, creio que os relacionamentos que fizemos foram extremamente importantes para nosso avanço”, completa.

A UTF tem papel importante nessa história. Foi durante o Curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, no Câmpus Pato Branco, que os três se tornaram amigos, e, por meio de um professor descobriram a Campus Mobile. Além de toda base de programação obtida na universidade, o grupo atualmente trabalha em uma incubadora na UTF.

Tudo muito bom, tudo muito bem, mas queremos saber: qual foi o prêmio da competição?! Pois bem, além de um gordo incentivo financeiro para o projeto, Douglas, Jaylon e Moises ganharam uma viagem de imersão no Vale do Silício! O grupo acredita que a viagem trará grande experiência profissional, acompanhando os métodos que grandes empresas utilizam para aprimorar o produto, e as tendências da tecnologia. “Esperamos também fazer conexões com pessoas que possam nos ajudar em nossa caminhada. Queremos aproveitar ao máximo todo ecossistema do Vale do Silício, para que possamos trazer essa experiência para nossa região e contribuir com o ecossistema do sudoeste do Paraná”, conclui Douglas.

Para baixar o Minha Leitura ou acompanhar o trabalho é só seguir a página do grupo ou o site do aplicativo. :) Parabéns pessoal e boa viagem!