Adotar uma causa é conhecimento!

adote uma causa

Quatro alunos e uma egressa dos cursos de Comunicação Organizacional e Comunicação Institucional do Câmpus Curitiba da UTFPR participaram da segunda edição do projeto de extensão “Adote uma Causa”, criado pelo Instituto do Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCom).

Os estudantes Amanda Cristine Sousa, Tiago Correia, Bianca Rudnik, Débora Bortolotti e Amanda Terplak participaram, durante o segundo semestre de 2017, de diversos cursos nos estúdios do Grupo, passando pelas áreas de jornalismo, rádio, TV, criação publicitária e planejamento de campanhas.

O projeto é uma iniciativa do Instituto em parceria com instituições de ensino, além dos demais canais do Grupo, como a RPC, Gazeta do Povo, Tribuna do Paraná e as rádios 98FM e Mundo Livre FM. Ao todo, 45 estudantes participaram desta edição.

O Adote uma Causa resultou em dez campanhas comunicacionais direcionadas à causas do terceiro setor, como saúde, educação, promoção de esportes, geração de emprego e renda, meio ambiente, adoção de animais entre outras causas que serão utilizadas em benefício de OSCs (antigas ONGs) de todo o Paraná.

Para a estudante do quarto período do curso de ComOrg, Bianca Júlia Rudnik, o projeto agrega muito na vida profissional que o estudante está desenvolvendo, principalmente pela convivência com profissionais já estabelecidos no mercado. “É um networking muito grande não só por adquirir conhecimento com eles, mas também pela convivência com estudantes de outros cursos de comunicação. Através do projeto conheci as diversas áreas que o profissional de Comunicação Organizacional pode atuar”, afirma.

Segundo a responsável pelo projeto no Instituto GRPCom, Mathisa Stachuk,  o Adote Uma Causa busca uma experiência completa para os acadêmicos, pois oferece módulos teóricos, visitas e atividades práticas. “A edição 2017 foi um grande sucesso. Percebemos o interesse e o engajamento de todos os participantes. Foram semanas intensas de aulas que renderam muita diversão, amizades e o principal: conhecimento!”.

A próxima edição do projeto acontecerá em 2018 e no site do instituto (http://institutogrpcom.org.br) existem diversas informações sobre cursos online e projetos para quem tem interesse em se voluntariar em alguma organização, ou pra quem já é voluntário. Não fique fora dessa, adote você também uma causa! 😉

Alunos organizam impressora colaborativa em Medianeira

00642_impressorafeliz_final_final_3977896805138860745Porque os desafios acadêmicos podem ser facilitados através da criatividade.

A galera do DCE do Câmpus Medianeira da UTFPR, com o apoio da diretoria do Câmpus, criou o “Cópia Honesta”, que é um espaço com impressoras comunitárias onde os alunos fazem impressões e cópias por apenas cinco centavos. Incrível, não é?!

A ideia surgiu após a empresa que disponibilizava o serviço de cópias e impressões aos estudantes não poder mais atender, fazendo com que os alunos pensassem na solução ideal para o problema. Então, resolveram entrar em contato com a diretoria do Câmpus para apoiar um projeto que, além de ser de livre uso, requer honestidade e o cuidado com os equipamentos de todos os alunos.

E o mais legal de tudo isso, é que a iniciativa tem dado certo! Os alunos têm contribuído corretamente na caixinha das moedas e levado suas próprias folhas de sulfite. Além disso, outro ponto super legal é que o Cópia Honesta despertou o senso de sustentabilidade nos alunos, que agora usam os dois lados da folha e reutilizam folhas de rascunho para imprimir.

O presidente do DCE, Vinicius Welter Goulart, conta que o foco do projeto não é somente suprir a necessidade dos alunos, mas também fomentar e incentivar a honestidade: “Se não forem honestos, todos os alunos vão ficar sem xerox pois as moedinhas servem para manter o projeto”.

Flávio Feix, diretor-geral do Câmpus Medianeira, apoiou a iniciativa desde o início e conta que o retorno tem sido positivo e gratificante. “[Os alunos] sabem da importância social deste projeto e respeitam as regras sociais impostas por eles mesmos; isto é, o projeto tem vida até que ele consiga se manter com as contribuições voluntárias. O que se percebe são alunos muito motivados com a iniciativa e dispostos a colaborar para que a proposta tenha êxito e continuidade”, conta.

E você, que tal levar essa inciativa criativa para o seu câmpus?

Quer receber o auxílio estudantil para 2018? Saiba como:

Já estão disponíveis as inscrições e o edital de auxílio estudantil para o ano de 2018. E, para não ficar com nenhuma dúvida, o blog do aluno trouxe as principais informações. Mas é muito importante ler o edital completo com muita atenção.

A primeira fase de inscrição é exclusiva para o aluno regularmente matriculado em pelo menos uma disciplina obrigatória do seu curso e com, no mínimo, 75% de frequência nas aulas e que não tenha mais de 33% de disciplinas canceladas ou reprovadas nos semestres anteriores. Além disso é necessário realizar uma inscrição no portal do aluno (na aba “Inscrição – auxílio estudantil”) e seguir as instruções indicadas, entregando, por fim, documentos comprobatórios para análise da disponibilidade dos benefícios ao candidato.

Quais documentos devo apresentar?

Ao inscrever-se no Portal do Aluno, o candidato deverá imprimir e preencher o termo de responsabilidade e o quadro de composição familiar. Junto a esses dois documentos devidamente preenchidos, assinados e datados, devem ser entregues documentos como:

a) Fotocópia do RG e CPF do aluno candidato e de todos os integrantes da casa (caso o integrante seja menor de idade e não possua RG ou CPF, anexar a cópia da certidão de nascimento);
b) Fotocópia da carteira de trabalho do aluno e de todos os integrantes da casa (folha de identificação, última página assinada com contratação e a folha seguinte em branco);
c) Fotocópia da declaração de IRPF do aluno e de todos os membros da casa que tenham mais de 18 anos (para 1º semestre o exercício deve ser de 2017 e para o 2º, de 2018) ou comprovar a não obrigatoriedade de declaração, que pode ser consultada neste link (http://www.receita.fazenda.gov.br/Aplicacoes/Atrjo/ConsRest/Atual.app/paginas/i ndex.asp );
d) Fotocópia de documentos comprovantes de renda do aluno candidato e de todos os integrantes da casa (como holerites, declarações detalhadas de serviço autônomo, declarações de MEI, e etc);
e) Fotocópia do contrato de aluguel e moradia compartilhada (se houver), para auxílio moradia.

Além desses documentos principais, o aluno deve conferir no edital quais outros documentos se encaixam em sua situação atual, como por exemplo, comprovar o recebimento de outras bolsas como de estágio e iniciação científica e condições de saúde do aluno e da família. Lembre-se de respeitar os prazos de entrega no Núcleo Acompanhamento Psicopedagógico e Assistência Estudantil (Nuape) de seu Câmpus.

Quais as modalidades de auxílio estudantil e para quê elas servem? 

O auxílio básico serve para cobrir determinados custos gerais da vida acadêmica do aluno, como material didático e transporte, por exemplo. Ele é concedido na forma de recurso financeiro, no valor de R$ 200 mensais, durante a vigência do edital.

O auxílio moradia visa contribuir com as despesas de alunos que precisaram sair de seu domicílio de origem para estudar na UTFPR, o valor mensal é de R$ 300 durante a vigência do edital.

Por fim, o auxílio alimentação fornece ao beneficiado a possibilidade de almoçar e/ou jantar nos restaurantes universitários dos Câmpus da UTFPR que possuem RU’s, sem custo. E, caso o câmpus do candidato não possua RU, o valor é depositado em forma de recurso financeiro no valor de R$ 75 mensais, durante a vigência do edital.

Quais as datas de inscrição e entrega das documentações? 

Para os veteranos, as inscrições e entregas dos documentos começaram no último dia 28 e vão até dia 13 de dezembro. Para os calouros que ingressarão em 2018, as inscrições e entrega da documentação começam dia 05 de março e se estendem até o dia 09 de março de 2018 (na primeira semana de aulas).

No dia 9 de abril os resultados estarão disponíveis para eventuais interposições de recursos, e a lista unificada será divulgada em dia 20 de abril. Os alunos com benefício deferido devem possuir conta nos bancos Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil para o recebimento do auxílio.

O período de vigência do auxílio é de abril de 2018 a março de 2019.

É muito importante ler o edital e conferir todas as datas, anexos e documentos que você precisará entregar ao Nuape. Lembre-se, principalmente, de entregar os documentos conforme as instruções: selado e com o protocolo de identificação no envelope. Qualquer dúvida, entre em contato com o Nuape do seu Câmpus.

Da UTFPR para Hollywood: egressa participa da produção do longa Thor Ragnarok

O mais recente lançamento da Marvel em colaboração com a Disney, Thor: Ragnarok, desde que estreou no começo de novembro é um sucesso nas bilheterias de todo mundo. O filme foi um dos lançamentos mais esperados do ano e, dentre os diversos atrativos, a direção de arte ganha destaque. E é aqui que o Blog do Aluno apresenta com muito orgulho a egressa do curso de Design de Móveis da UTFPR, Daniela Medeiros.

Daniela

Daniela Medeiros, designer graduada pela UTFPR (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)

Daniela participou da produção do longa como Set Designer, profissional responsável pela criação e detalhamento de cenários antes das filmagens. Segundo a designer, que também possui graduação em arquiteta pela PUC-PR, tudo começou ainda no Brasil, quando começou a se aproximar da produção para audiovisual como Diretora de Arte. Buscando um maior aprofundamento na área, viajou para Los Angeles onde cursou mestrado no renomado American Film Institute (AFI) e logo começou a trabalhar como Production Designer e Set Designer.

Confira o bate-papo do Blog do Aluno com Daniela 😀

Como foi trabalhar no filme Thor Ragnarok? Qual foi seu maior desafio? 

Foi sensacional. A equipe é extremamente talentosa e trabalhar na Austrália foi uma experiência incrível. Dan Hennah [diretor de arte de Senhor dos Anéis e o Hobbit], acompanhado do diretor de fotografia e o diretor propuseram um visual diferente e inovador, o que foi muito divertido fazer parte. Nenhum set foi simples ou “normal”. Criatividade rolando solta.

Cena do filme Thor: Ragnarok (Imagem: Divulgação)

Cena do filme Thor: Ragnarok (Imagem: Reprodução/TheConcordian-MarvelStudios)

De que maneira você acredita que a formação como design de móveis te influenciou para ter a profissão que tem hoje?

Acredito que de forma geral minha formação artística me alinhou neste caminho. Design de Móveis e Arquitetura me ensinaram escalas de criação diferentes e ambas são utilizadas diariamente no meu trabalho. Compreender história do design e das artes é sempre uma vantagem e aprendi muito com as professoras que tive na UTFPR. Além disso, estudei em Lisboa durante um ano através do programa de intercâmbio cultural e foi minha primeira experiência estudando fora do Brasil. Aprender a compreender diferenças culturais e analisar distintas formas de ver arte e design, permitindo assim a absorção ao máximo dos conhecimentos foram essenciais para os desafios que estavam por vir.

Qual a melhor experiência que a UTFPR te proporcionou e que você leva até hoje?

Acredito que a UTFPR, dentre outras coisas, me apresentou artistas e conhecimentos que foram essenciais para chegar onde cheguei. Desde compreender metodologia do design até no projeto de móveis em si. Todo conhecimento agrega e é um sentimento muito bom quando lembro algo que foi dito em uma das salas de aula da UTFPR. Também fiz amizades muito fortes na UTFPR que mantenho até hoje.

Daniela ainda contou ao Blog que seus próximos trabalhos também são de tirar o fôlego. Na lista estão Homem-Formiga e Godzilla, este último trabalhando com o renomado diretor de arte Scott Chambliss.

Sucesso, Dani! A Tecnológica se orgulha de ver alunos e ex-alunos ganharem o mundo mostrando tanto talento e competência 😉

Ah, dá um confere só no trailer do filme. Se você ainda não viu, corre lá no cinema porque vale a pena.

 

Dia Nacional do Doador de Sangue

Dia 25 de novembro é comemorado o dia nacional do doador de sangue. Esse ato tão nobre e solidário leva 3,5 milhões de brasileiros a hemocentros e postos de coleta anualmente. As estatísticas são boas, mas esse é o tipo de número que sempre se deve buscar o crescimento. Por isso, aqui vão algumas dicas e informações úteis para que você possa se tornar um doador de sangue também!

Quem pode doar

Para ser um doador é importante ter entre 18 e 69 anos, pesar mais de 50 quilos e estar em boas condições de saúde. Também é recomendável ir ao posto de coleta sempre descansado e alimentado; ao contrário dos exames regulares de sangue, a doação não requer jejum.

Vale lembrar que é você quem determina a periodicidade de suas doações. Ou seja, se você quiser doar sangue a vida inteira ou apenas uma vez na sua vida, tudo bem 😉 Porém, existe um intervalo a ser respeitado entre doações. Para homens, essa pausa é de 60 dias e para mulheres, de 90 dias e ela serve para o corpo fazer a manutenção do sangue e estocar novamente os níveis de ferro no organismo.

Passo a passo do dia da doação

Cada posto de coleta possui uma espécie de triagem, que identifica se a pessoa está apta para ser doador. O candidato à doação deve apresentar-se com um documento oficial com foto e, ao ser cadastrado, fornecerá algumas informações sobre sua vida e seus hábitos de saúde e passará por alguns testes, como teste de anemia, pressão arterial e frequência cardíaca.

O procedimento de doação em si, é rápido, seguro e indolor, durando de 10 a 15 minutos. A coleta em bolsas absorve cerca de 450ml de sangue (que é reposto em menos de 24 horas, fique tranquilo!). Em seguida, o doador recebe um lanche e é indicado também a ingerir bastante água ao decorrer do dia.

Restrições

Algumas pessoas não podem doar sangue por questões temporárias ou permanentes como:
– Portadores de doenças como diabetes, câncer, hepatite, malária;
– Pacientes que passaram por recentes cirurgias de grande porte e transporte de órgãos;
– Casos recentes de diarreia, gripe, resfriado, reações alérgicas ou doenças sexualmente transmissíveis;
– Estar grávida ou em período de amamentação (nos 12 meses anteriores à doação);
– Ter feito tatuagens e colocado piercings nos últimos 12 meses;
– Ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas ou consumo regular de drogas (injetáveis ou não);

Ao atingir 12 meses regulares de doações, você pode obter uma carteirinha de doador que o beneficia  com descontos em shows, cinemas, teatros e eventos esportivos (Lei Estadual 13.964/2002).

A doação é um ato humanitário e simples onde um único doador pode salvar até quatro vidas. Doar sangue é doar vida! Faça parte dessa causa.

Saiba onde doar na cidade que você está!

APUCARANA
Hemepar Apucarana
Rua Antônio Ostensk, 3
Fone: (43) 3420-4200
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 13h às 17h
segunda, quarta e sexta-feira das 8h30 às 12h30

CAMPO MOURÃO
Hemonúcleo de Campo Mourão
Rua Mamboré, 1500
Fone: (44) 3525-1102
Horário de coleta: segunda a sexta-feira das 7h30 às 11h – 13h30 às 17h

CORNÉLIO PROCÓPIO
Hemepar – UCT de Cornélio Procópio
Rua Justino Marques Bonfim, 27
Fone: (43) 3520-3500
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 7h30 às 11h

CURITIBA
HCC Hemepar Curitiba
Travessa João Prosdócimo, 145
Fone: (41) 3281-4000
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 7h30 às 18h30 (distribuição de senhas até às 17h)
Sábado das 8h às 17h30

Hemobanco
Endereço: Rua Capitão Souza Franco, 290
Fone: (41) 3023-5545
Horário de Coleta: segunda-feira a sábado, das 8h às 13h30.

Hospital Erasto Gaertner
Endereço: Rua Doutor Ovande do Amaral, 201
Fone: (41) 3361-5000
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

FRANCISCO BELTRÃO
Hemonúcleo de Francisco Beltrão
Rua Marília, 1327
Fone: (46) 3524-2434
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 8h às 11h30 – 13h30 às 16h30

GUARAPUAVA
Hemepar de Guarapuava
Rua Afonso Botelho, 134
Fone: (42) 3622-2819
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 8h às 11h – 13h às 16h

LONDRINA
Hemocentro Regional de Londrina – Anexo ao Hospital Universitário
Rua Cláudio Donizete Cavalieri, 156
Fone: (43) 3371-2218
Horário de coleta: de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h30; aos sábados, das 8h às 17h30

IHEL – Instituto de hematologia de Londrina
Rua Senador Souza Naves, 667
Fone: (43) 3374-7800
Horário de coleta: de segunda a sexta-feira das 13h às 17h

PATO BRANCO
Hemonúcleo de Pato Branco
Rua Paraná, 1633
Fone: (46) 3225-1014
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das13h às 20h
*Terça-feira: coleta externa nos municípios

PONTA GROSSA
Hemonúcleo de Ponta Grossa
Rua General Osório – esquina c. Coronel Dulcídio
Fone: (42) 3223-1616
Horário de Coleta: segunda a sexta-feira das 7h30 às 18h30

Banco de Sangue Hospital Bom Jesus
Rua Dom Pedro II, 108
Fone: (42) 3223-2425
Horário de coleta: das 08h às 12h

TOLEDO
Hemepar UCT Toledo
Rua Almirante Barroso, 2490
Fone: (45) 3379-1993
Horário de coleta: segunda a sexta-feira das 7h30 às 10h30 – 13h30 às 15h