Descomplicando as aulas de cálculo

Não é segredo que as aulas de cálculos são conhecidas por não serem tão amigas dos estudantes. Mas e se desse pra modernizar esse role e fugir do tradicional?

Um estudante do Câmpus Londrina, Alan Couto, pensou nisso e propôs um novo modelo de construção de tarefas para aulas de cálculo com auxílio de recursos digitais. Show, né? A ideia é repensar como as aulas são implementadas atualmente e facilitar a vida dos alunos com ferramentas como, por exemplo, gráficos interativos. A pesquisa é orientada pelo professor André Luis Trevisan e foi baseada em autores do ramo de ensino e aprendizagem como, por exemplo, Sonia Palha e Hans Freudenthal.

Projeto promete facilitar a disciplina que é o terror dos calouros

Projeto promete facilitar a disciplina que é o terror dos calouros

Alan conta que a intenção é gerar mais reflexão sobre os cálculos e fugir do método mecânico de pensar a matemática. “Acreditamos que a matemática é mais do que cálculos em excesso e com pouca reflexão sobre o conteúdo proposto. Por isso, nossos trabalhos focam em fortalecer o pensamento matemático do aluno da maneira mais intuitiva possível”, completa o acadêmico de engenharia de materiais.

A pesquisa “Construção de tarefas para aulas de Cálculos com auxílio de recurso computacional” foi premiada no Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica (Sicite) 2016, na categoria painéis da área de Ciências Humanas. Um website com o conteúdo do projeto já está no ar. Algébrico!

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *