Equipes de Medianeira e Francisco Beltrão representam a UTFPR no Projeto Rondon

Você já ouviu falar do Projeto Rondon? Bom, essa é a hora para saber um pouquinho mais sobre as ações super legais que eles realizam. Coordenado pelo Ministério da Defesa, o projeto de cunho voluntário e de integração social envolve a participação de alunos universitários, que buscam atender as necessidades de desenvolvimento sustentável em comunidades carentes do País. Assim, os rondonistas executam ações que possam ajudar na qualidade de vida das populações locais.

Durante as férias de julho, a UTFPR conta com duas equipes representando a Instituição. A do Câmpus Medianeira faz parte da Operação Forte dos Reis Magos, no município de João Câmara, no Rio Grande do Norte (RN), e a de Francisco Beltrão irá atuar na Operação Itapemirim, no município de Vargem Alta, no Espírito Santo (ES).

A equipe de Medianeira está embarcando nesta quinta-feira (07) para Natal (RN) e de lá seguirá até seu destino final. Antes da viagem, o reitor Carlos Eduardo Cantarelli recebeu em seu gabinete o grupo, que é formado pelos professores Marlos Grigoleto e Carlos Fernandes e pelos alunos Alice Geniake (Engenharia de Alimentos), Diego Nogues (Engenharia de Alimentos), Heber Borges (Engenharia Elétrica), Jhenifer Bastos (Engenharia Ambiental), João Paulo Avelino (Engenharia de Produção), Micheli Ferreira (Engenharia Ambiental), Thais Minosso (Engenharia de Produção) e Tiago Reichert (Ciência da Computação).

projeto rondon

Equipe de Medianeira é recebida pelo reitor Carlos Eduardo Cantarelli

O professor Marlos explica que o plano é executar oficinas de multiplicadores nas áreas de economia solidária, meio ambiente, gestão e empreendedorismo e formação de professores. “O objetivo principal é levar os conhecimentos adquiridos na universidade para além dos portões, apresentando um pouco da UTFPR para esse Brasil”, conta.

Os alunos estão empolgados para começarem a agir. Alice, por exemplo, decidiu participar do projeto por se identificar com ações voluntárias e querer fazer parte dessa troca de conhecimentos que o grupo se propõe a fazer. “Eu me senti impactada pelo projeto. Espero poder agregar os conhecimentos adquiridos no projeto tanto na área acadêmica quanto na minha vida pessoal”, afirma. Já Jhenifer, que atuará na área de educação ambiental, acredita que além dos ganhos para a população, o projeto também será benéfico para o meio ambiente, uma vez que as pessoas da região terão uma nova perspectiva sobre preservação. A Operação Forte dos Reis Magos começará no dia 9 de julho e será finalizada no dia 25.

Na semana que vem, é a vez da equipe de Francisco Beltrão embarcar para o Espírito Santo. O grupo é composto pelos professores Flávio de Almeida e Andréa Badaró, pelos alunos Camila Grünwaldt, Cristina Belicanta, Daniela da Silva, Jaqueline de Moura, Luana de Mello, Luiz Carlos Santos, do curso de Engenharia Ambiental, e pela aluna Tatiane Batista, do curso de Tecnologia em Alimentos. A Operação Itapemirim terá início no dia 15 de julho e será finalizada no dia 31.

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *