O Currículo Lattes e a vida acadêmica

Essa semana faremos uma série de postagens sobre os dois diferentes tipos de currículos e como eles se encaixam nos objetivos profissionais traçados por cada um.

O modelo de currículo que mais se conhece no mercado de trabalho é o Curriculum Vitae, no qual o profissional lista suas habilidades e experiências profissionais de forma concisa e direta, sendo o ideal para quem deseja encontrar um emprego em determinada empresa.

Já para estudantes, pesquisadores e docentes, que tem seu foco principal na área profissional de pesquisa acadêmica, existe o Currículo Lattes. Esse modelo de currículo detalha as produções e experiências nas áreas de atuações científicas e tecnológicas, traçando o perfil do pesquisador. Diferente do currículo Vitae, o Lattes é único, sendo feito a partir do CPF do pesquisador, podendo ser atualizado quando necessário. Todas as atividades listadas nele devem ser comprovadas através de documentos, e caso a atividade não possa ser comprovada, não deverá constar no Currículo Lattes. Esse tipo de currículo é um padrão nacional, e por ser rico em informação, é muito utilizado por quem busca vagas na área acadêmica, como estágios e bolsas de pesquisa.

Por ser mais detalhado e conter mais informações sobre o profissional, é mais extenso. Para profissionais e estudantes com pouca experiência, geralmente o currículo terá de duas a quatro páginas, e para profissionais com bastante experiência, o Lattes pode chegar a conter até sete páginas. Porém, independentemente da experiência do profissional, seu currículo Lattes nunca deverá passar de dez páginas.

A Plataforma Lattes que gerencia esse banco de dados, criada e mantida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tornou-se indispensável por facilitar a organização, atualização e visibilidade desses currículos nacionalmente. A Plataforma geralmente é consultada por universidades e órgãos que promovem o financiamento de pesquisas cientificas e tecnológicas, como editais de bolsas de iniciação científica, programas de mestrado e doutorado, e concurso para professores.

Se você já tem seu Currículo Lattes cadastrado, a dica é mantê-lo sempre atualizado. Agora, se você ainda não cadastrou o seu, acesse o site da Plataforma Lattes e siga as instruções para cadastro e desenvolvimento do seu currículo. Mesmo com pouca experiência e ainda na graduação, é muito importante que você já comece a desenvolver seu Currículo Lattes.

O post de amanhã será sobre o Currículo Vitae, com dicas e sugestões sobre como você pode criar e aprimorar o seu. Não perca!

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Email

2 thoughts on “O Currículo Lattes e a vida acadêmica

  1. Pingback: Blog do Aluno » Saiba como publicar um artigo científico durante a graduação

  2. Pingback: Blog do Aluno » Precisamos falar sobre pós-graduação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *