Dia da Consciência Negra – Espetáculo Herdeiros

A reflexão e o debate público são as melhores formas para celebrar o Dia da Consciência Negra, lembrado em todo o Brasil neste 20 de novembro.

E claro que a arte é um dos mais belos instrumentos de debate. Por isso, o Blog do Aluno reproduz hoje o espetáculo Herdeiros, uma produção do Coral da UTFPR realizada em 2015.

Espetáculo Herdeiros (Foto: Reprodução/Studio Marios Bros)

Espetáculo Herdeiros (Foto: Reprodução/Studio Marios Bros)

No palco, dois coros da Tecnológica, solistas e percussão sob a direção da maestrina Priscilla Prueter. O espetáculo retrata a música afro-americana numa viagem desde a liberdade negra nas aldeias da África Ocidental, captura e desembarque como escravos nos Estados Unidos. O canto nos campos de trabalho preservou as raízes notadas também nos cafezais de Havana e nas senzalas brasileiras.

O figurinista catarinense Gustavo Krelling traz uma abstração da cultura africana, inspirado nas obras do artista Keith Haring (EUA). A versatilidade de texturas, cores e materiais enchem a visão e impressionam. Num processo coletivo, o preparo de cada peça passou pelas mãos dos cantores, num envolvimento artístico além-música. Krelling recebeu o prêmio Novos Figurinistas do Brasil pelo Núcleo de Traje de Cena da USP. Representou o Brasil Quadrienal de Praga na categoria Tribes, um dos mais importantes eventos mundiais de design de cena.

Herdeiros provoca uma profunda reflexão através da música: qual a herança do legado negro? Quanta África na América e no nosso cotidiano? Igualdade na diversidade, aparente antagonismo que se harmoniza na música dessa preciosidade musical.

Confira a íntegra do espetáculo:

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *