Acadêmicos da UTFPR conquistam o recorde brasileiro de minifoguetes

Aqui é recorde brasileiro!

O grupo de Foguetes do Câmpus Francisco Beltrão conquistou o recorde brasileiro de precisão de apogeu na categoria 500 metros. Foram exatamente 506 metros de altitude alcançados pelo minifoguete projetado e produzido pela galera. O recorde já foi reconhecido pela Associação Brasileira de Minifoguetes.

Batizado de Durango 2, o minifoguete foi lançado no dia 18 de abril, em um dos testes preparatórios do grupo Tsiolkovski, para o 4º Festival Brasileiro de Minifoguetes e alcançou a altitude pretendida com um erro de apenas 1,2%. A estrutura principal do foguete é um cano PVC, com as aletas e a ogiva feitas de fibra de vidro. A parte interna foi adaptada para segurar o motor, sendo este feito de inox.

Equipe GFT, nova detentora do recorde brasileiro de minifoguetes (Foto: Divulgação)

Equipe GFT, nova detentora do recorde brasileiro de minifoguetes (Foto: Divulgação)

O grupo Tsiolkovski, é formado por estudantes e professores do curso de Engenharia Química de Francisco Beltrão e de Engenharia Mecânica de Pato Branco, e entre eles, Andreia Dagostini, que conta que é necessário jogo de cintura para fazer tudo funcionar corretamente. “Muita teoria é estudada e um planejamento é feito. Entretanto, quando colocado em prática, várias coisas não funcionam como na teoria, tudo isso exige que pensemos como engenheiros para resolver os problemas com rapidez e eficiência. Um problema encontrado no desenvolvimento do protótipo foi pensar na estabilidade do foguete para que saísse da rampa de lançamento com a velocidade adequada e que o vento não conseguisse mudar sua trajetória”, comenta a aluna.

Dagostini conta ainda que o foco do grupo não era atingir o recorde, e sim realizar os testes para o evento. “Seria nosso único teste para essa categoria do festival. Sabemos que os simuladores não são tão precisos, então ficamos impressionados com a altitude atingida e só depois pensamos no recorde. Enviamos nossos dados e o recorde foi reconhecido. Certamente foi muito gratificante para todos os membros da equipe”, conclui a estudante.

Para conferir os vídeos e updates da equipe, basta seguir a fanpage GFT 😉

Compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *