Ciência sem Fronteiras – Canadá

Com expectativa de ser a escolha de 7 mil brasileiros até janeiro, o Canadá é o segundo maior parceiro do programa Ciência sem Fronteiras. O país que recebe mais 265.000 alunos internacionais por ano oferece instituições de ensino de qualidade, forte investimento em pesquisas e possibilidade de estudo em francês ou inglês.

No último dia 15 de outubro, foram abertos novos editais do Programa e o Canadá está entre os 17 países com possibilidade de intercâmbio. As inscrições para a chamada de graduação-sanduíche podem ser feitas até 29 de novembro. Nesse tipo de graduação, o aluno começa e termina o curso no Brasil, mas passa um período de até 18 meses no Canadá para aperfeiçoamento de seu conhecimento.

As chamadas serão para universidades vinculadas ao CBIE (The Canadian Bureau for International Education) ou ao consórcio CALDO (Consórcio das Universidades de Alberta, Laval, Dalhousie e Ottawa). Essas instituições assinaram acordos com o Governo Brasileiro para receberem estudantes em programas que incluem até três componentes – formação em línguas (inglês ou francês), estudos acadêmicos ou de pesquisa em uma instituição canadense e estágios em laboratórios de pesquisa ou no setor privado.

Pra se animar ainda mais com essa aventura, confira o depoimento da aluna de Engenharia de Produção do Câmpus Medianeira, Deize Mazzaroba, que embarcou para o Canadá em uma das primeiras chamadas do CsF.

Para mais informações, acesse o site do Ciência Sem Fronteiras!

Concurso premiará estudante com bolsa de estudos para a Austrália

Já pensou em estudar na Austrália? Se sua resposta foi sim, então você precisa participar do concurso “Conquiste o seu Futuro sem Limites”.

O concurso vai premiar um aluno com um ano de estudos na Austrália (incluindo passagens, moradia, visto, taxas universitárias, além de um estágio e auxílio mensal) e outros sete finalistas, que farão um tour de duas semanas pelas universidades participantes do concurso. Os sete finalistas embarcam no próximo mês de dezembro e o grande vencedor, em fevereiro de 2014.

Para participar é bem fácil: basta você criar um cartão digital sobre o que você deseja para seu futuro e o que fazer para chegar lá! Acesse www.futureunlimited.com.au e complete os quatro passos: (1) faça o upload de uma foto; (2) adicione as ilustrações; (3) escreva um pequeno texto sobre seus desejos para o futuro e como a Austrália pode te ajudar a chegar lá; (4) envie seu cartão e voilà – boa sorte!

O concurso, que é patrocinado pelo governo australiano, tem como objetivo incentivar estudantes a demonstrar seu potencial e mostrar como os estudos na Austrália podem promover suas capacidades profissionais e pessoais.

Alguns requisitos são necessários para ser um candidato elegível, como possuir um passaporte válido, ter entre 18 e 30 anos e obter um nível intermediário no idioma de língua inglesa. As outras regras para participação estão disponíveis no site do concurso.

Participe!

UTFPR e o Mercado de Trabalho – Engenharia da Computação

Engenharia da Computação é o conjunto de atividades voltadas para o desenvolvimento de máquinas computadorizadas, periféricos e os sistemas que os integram. A atividade ganha espaço em países com economias fortes e que possuem dinâmicos parques industriais.

Geralmente, o engenheiro da computação é solicitado para trabalhar com máquinas sofisticadas, desenvolver softwares ou criar equipamentos como celulares, tablets, eletrodomésticos, etc. O profissional também pode atuar em projetos de automação industrial a partir do uso de técnicas de programação.

A UTFPR oferta a formação em Engenharia da Computação em três dos seus doze câmpus: Cornélio ProcópioCuritiba, e Pato Branco. Durante os cinco anos de curso, o aluno estuda matérias básicas das engenharias, como matemática, física, cálculo e lógica. Já na parte específica, são estudadas disciplinas de eletrônica, banco de dados, sistemas operacionais, engenharia de software, análise e projeto de sistemas, etc. 

Com essa formação, o egresso estará capacitado para projetar robôs, sistemas digitais e computadorizados; desenvolver softwares e aplicativos; projetar e construir computadores.

Os postos de trabalho para o engenheiro da computação estão concentrados nas cidades que possuem modernos parques industrias. Segundo o Conselho Regional de Engenharia e Agrimensura do estado de São Paulo (CREA-SP), o salário inicial desse profissional é de R$ 3.732,00.

Se interessou pela profissão? Já cursa ou é formado em Engenharia da Computação? Conte para a gente!

O Enem está chegando… fique ligado!

O Enem 2013 está chegando e o Blog do Aluno selecionou as informações mais importantes pra quem vai fazer a prova. Quer evitar imprevistos no dia do exame? Fique ligado em nossas dicas!

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), principal porta de acesso às universidades públicas brasileiras, é composto por quatro provas objetivas, de 45 questões cada uma, mais a redação. No sábado, dia 26, serão aplicadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Já no domingo, dia 27, as questões abordarão Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e a Redação. Os portões serão abertos às 12h e fechados às 13h, seguindo o horário oficial de Brasília.

O que levar no dia?

Para ter acesso ao local da prova, é importante que o candidato esteja com um documento de identificação em mãos. Os documentos aceitos podem ser consultados em Documentos Válidos e devem ser originais. Cópias, nem pensar!

A prova deve ser feita com canetas esferográficas de tinta preta, fabricadas em material transparente. O uso de outra cor impossibilita a leitura ótica do Cartão-Resposta e a prova pode ser anulada.

Motivos que podem eliminar o candidato

– Qualquer espécie de consulta ou comunicação com outro participante;
– Utilizar lápis, lapiseira, borracha, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos;
– Utilizar óculos escuros e acessórios de chapelaria, tais como: boné, chapéu, viseira, gorro e similares;
– Deixar a sala antes de duas horas passadas desde o início da aplicação do exame;
– Receber quaisquer informações referentes ao conteúdo das provas de qualquer membro da equipe de aplicação do exame ou de outro participante.

Dicas

Verifique seu local de prova previamente, isso pode ser feito através da página do Inep. Se possível, faça o trajeto até o local antes do exame e, nos dias das provas, chegue com antecedência. Assim, você pode evitar possíveis transtornos e fazer a prova com tranquilidade.

No período do exame, procure ter uma alimentação leve durante o dia e não “pular” nenhuma refeição. É aconselhável levar uma garrafinha de água para manter-se hidratado durante o tempo de permanência em sala.

Lembre-se, o Enem é única forma de acesso aos cursos de nível superior da UTFPR.

Boa prova! 😉

Ferramentas alternativas para resenhas

A resenha é uma forma de construção textual muito utilizada no meio acadêmico. Além de criar uma teia de conhecimentos e ligações externas ao assunto abordado, esse tipo de texto possibilita o desenvolvimento e a prática  da escrita.

Com as novas ferramentas digitais e a web 3.0 despontando em todos os lugares, aplicativos e sites interativos estão dinamizando o processo de criação das famosas resenhas.

Os sites Animoto, WeVideo e Wideo, por exemplo, são plataformas de criação de vídeos, onde você pode escolher fotos, vídeos, templates, fontes e diversas outras ferramentas online para personalizar seu vídeo como quiser e, por fim, poder compartilhá-lo nas redes sociais. É uma maneira prática e divertida de reunir as informações sobre um assunto específico e suas opiniões sobre ele.

Outra forma de reunir informações sobre um determinado assunto é utilizando o site Narrable. Nessa plataforma, você pode gravar uma narração sobre alguma imagem escolhida; além de aguçar sua memória, a ferramenta permite que você imprima sua opinião por meio de uma imagem de grande importância para a temática em estudo.

Além de ajudar no desenvolvimento acadêmico, essas ferramentas também podem ser utilizadas profissional e pessoalmente. Porque nada mais divertido do que montar um vídeo com aquelas fotos do seu grupo de amigos, ou ainda, narrar aquela foto super descolada da festinha da turma! Não é mesmo?

Gostou das ferramentas? Vai tentar utilizá-las no dia a dia? Deixe seu comentário!