UTFPR e o Mercado de Trabalho – Tecnologia em Design Gráfico

Design Gráfico está em tudo o que vemos e faz mais parte do nosso dia a dia do que imaginamos. O trabalho do designer gráfico está nas marcas, logotipos, símbolos, embalagens, livros, jornais, revistas, pôsters, folhetos, catálogos, folders, placas e sistemas de sinalização, camisetas, aberturas e vinhetas de cinema e televisão, websites, softwares, jogos, sistemas de identidade visual de empresas, produtos e eventos, exposições, anúncios, etc. Todos esses materiais são desenvolvidos pelo designer graças ao seu senso estético apurado e domínio das tecnologias gráficas e digitais.

O mercado de trabalho na área de Design Gráfico está em constante crescimento por conta das novas mídias e da demanda de materiais publicitários, virtuais e impressos, reflexo de uma sociedade cada vez mais conectada. Por isso, é importante que o profissional procure especializar-se nas novas linguagens digitais e eletrônicas. Um bom portfólio também pode ser o diferencial na hora da contratação. Os designers gráficos com formação superior tem salários iniciais em torno de R$ 2 mil.

O curso de Tecnologia em Design Gráfico é oferecido pela UTFPR no Câmpus Curitiba, coordenado pelo professor Kando Fukushima, e tem duração de 3 anos.

Os alunos do 4˚ período desse último semestre desenvolveram uma série de fotos inspiradas na obra de Edward Weston, norte-americano que trabalhava com fotografias abstratas. O trabalho foi supervisionado pelo professor de Fotografia Marcelo A. Públio. Confira o resultado:

Se você é aluno do curso ou um profissional da área, deixe seu comentário contando sua experiência 😉

Nossas postagens continuam na semana que vem. Um bom feriado para vocês!

Que tal um filminho pro feriado?

Clima frio, dias nublados e um feriado chegando? Nada melhor do que aproveitar os dias de descanso debaixo das cobertas assistindo um bom filme. Pensando nisso, preparamos para você uma lista com sugestão de 50 filmes, incluindo clássicos, vencedores de Oscar e filmes que curtimos por aqui. Lembrando que a lista não está em nenhuma ordem específica, tá?!

Confere aí:

  1. Um Sonho de Liberdade (1994)
  2. Trilogia O Poderoso Chefão
  3. Batman – O Cavaleiro das Trevas (2008)
  4. A Doce Vida (1960)
  5. 12 homens e uma Sentença (1957)
  6. A Lista de Schindler (1993)
  7. Cidade de Deus (2002)
  8. Trilogia Senhor dos Anéis
  9. Clube da Luta (1999)
  10. Psicose (1960)
  11. Se7en – Os Sete Crimes Capitais (1995)
  12. Apocalypse Now (1979)
  13. Beleza Americana (1999)
  14. O Nome da Rosa (1986)
  15. Argo (2012)
  16. Forest Gump – O Contador de Histórias (1994)
  17. Diamante de Sangue (2006)
  18. Os Infiltrados (2006)
  19. Laranja Mecânica (1971)
  20. O Iluminado (1980)
  21. O Pianista (2002)
  22. Bonequinha de Luxo (1961)
  23. Cantando na Chuva (1952)
  24. O Labirinto do Fauno (2006)
  25. Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (2004)
  26. O Fabuloso Destino de Amelie Poulain (2001)
  27. A Outra História Americana (1998)
  28. Últimos Passos de Um Homem (1995)
  29. Tempos Modernos (1936)
  30. A Vida é Bela (1997)
  31. Sin City – A Cidade do Pecado (2005)
  32. O Mágico de Oz (1939)
  33. Cidadão Kane (1941)
  34. Os Sete Samurais (1954)
  35. Ladrões de Bicicletas (1948)
  36. Os Intocáveis (2011)
  37. O Resgate do Soldado Ryan (1998)
  38. Doutor Jivago (1965)
  39. Elisabeth (1998)
  40. Elisabeth – A Era de Ouro (2007)
  41. Silêncio dos Inocentes (1991)
  42. Rain Man (1988)
  43. O Médico e o Monstro (1931)
  44. Razão e Sensibilidade (1995)
  45. O Paciente Inglês (1996)
  46. O Último Imperador (1987)
  47. O Artista (2011)
  48. Amnésia (2000)
  49. Hotel Ruanda (2004)
  50. Conduzindo Miss Daisy (1989)

Muitos desses filmes tem relevância acadêmica, pois retratam períodos históricos  importantes, que quando expostos na telinha, ficam mais fáceis de serem compreendidos. Além disso, o conteúdo deles também pode agregar conhecimento e aguçar teu senso crítico, o que ajuda bastante na produção de textos dissertativos.

O teu preferido não está na lista? Lembrou de algum outro filme bom que assistiu? Deixe seu comentário sugerindo outros filmes que valem a pena serem vistos!

UTFPR e o Mercado de Trabalho – Tecnologia em Design de Moda

Continuando nossa série sobre a UTFPR e o mercado de trabalho, hoje apresentamos o curso de Tecnologia em Design de Moda. Ofertado pelo Câmpus Apucarana e coordenado pela professora Tamissa Juliana Barreto Berton, o curso é oferecido no período noturno e tem duração de 3 anos.

Com aulas práticas desde o primeiro semestre, o curso é direcionado principalmente para a indústria e tem o objetivo de formar profissionais que atuem na área de pesquisa, criação, modelagem, planejamento, programação e controle da produção, considerando fatores estéticos, simbólicos, ergonômicos e produtivos.

Entre as atividades que podem ser desenvolvidas pelo profissional desse curso estão a pesquisa das tendências de moda, proposta de novos estilos, designer têxtil, estilista, ilustrador de moda, gestor de lojas, consultor de imagem, produtor de desfile, modelista, editor e consultor de moda, produtos executivo de desfiles, stylist, vitrinista, entre outros.

Existem redes sociais especializadas em moda, onde os usuários podem compartilhar looks e se inspirar, e acabam sendo ferramentas úteis para os alunos e aspirantes ao curso de Tecnologia em Design de Moda. A primeira é a Polyvore, e nela você pode criar um portfólio online com roupas e acessórios virtuais que refletem a sua personalidade. E a outra é a Chictopia, onde você pode postar fotos dos seus looks, seguir outros usuários que lhe inspiram e fazer contato com outros fashionistas.

E você, também é um(a) apaixonado(a) por moda? Está cursando Tecnologia em Design de Moda? Queremos saber sua opinião! Comente e participe.

O modo inteligente de aproveitar as férias

Os alunos do Câmpus Curitiba estão de férias até o dia 3 de Junho. E esse tempo livre é uma oportunidade de descansar e procurar atividades enriquecedoras, seja através de novas experiências ou cursos de curta duração.

A leitura é sempre uma boa forma de juntar esses dois objetivos. Procure livros diferentes dos usados durante as aulas e até outros objetos de leitura, como gibis. Assistir ou participar de atividades artísticas, como cinema, teatro, exposições e concertos musicais também são formas de lazer que exercitam a mente. Essas atividades estimulam a imaginação e você pode aproveitar para criar uma história ou um blog sobre assuntos de seu interesse.

Outra ideia é realizar um trabalho voluntário, seja passear com o cachorro dos vizinhos, plantar algumas árvores na rua ou colaborar em ONG’s, asilos e creches. Você perceberá que com suas habilidades e ações pode ajudar outras pessoas e melhorar o mundo. O voluntariado também é importante para o currículo e conta como atividade complementar na Universidade.

Neste tempo livre pense em cursos que pretende fazer e algo novo que deseja aprender: pintura, fotografia, idiomas, instrumentos musicais, esportes, tudo é válido. Caso já saiba falar alguma língua estrangeira, procure grupos nas redes sociais ou em sites de ensino gratuito pessoas com quem possa praticar. No Câmpus Curitiba, a Divisão de Cursos de Qualificação Profissional (Dicpro) oferece cursos de extensão, inclusive durante as férias, que você pode conferir no site do departamento.

E quais são seus planos para as férias? Costuma aproveitar o tempo livre para ter novas experiências? Deixe seu comentário.

A difícil tarefa de conciliar estudos e estágio

No último post trouxemos dicas para conquistar um bom estágio. Mas depois que conseguir sua vaga também é necessário aprender a conciliar os horários e responsabilidades do trabalho com os estudos para que nenhum dos dois seja prejudicado.

O primeiro passo é ter em mente um cronograma dos compromissos semanais. Inclua horário de aula, de estágio, o tempo para estudo em casa e outras atividades, procurando antecedê-las cerca de três dias. Dessa forma, terá sempre algum tempo livre para urgências e imprevistos, e até mesmo para conseguir descansar.

Tome cuidado com atividades que fazem com que você perca tempo sem nem mesmo perceber. Por exemplo, ficar horas na internet sem propósito, chegar em casa e ficar horas assistindo a TV e acabar indo dormir mais tarde do que o necessário. Evitando isso, poderá produzir algo neste tempo ou aproveitar para ver amigos, sair e fazer o que gosta.

Certamente, mantendo uma dupla jornada terá momentos de estresse e questionamento quanto a manter estágio e faculdade. Então saiba respeitar seus próprios limites e se perdoar caso não consiga cumprir tudo no prazo. Mas não perca o foco. Siga com seus objetivos, pois mais cedo ou mais tarde você terá de passar por essa fase e o esforço valerá a pena!

Gostou das dicas? Acha que consegue conciliar estudos e estágio? Deixe seu comentário.