Acadêmicos desenvolvem plataforma on-line de atividades pedagógicas

Os alunos de curso de Tecnologia em Sistemas para Internet do Câmpus Guarapuava desenvolveram uma ferramenta que promete facilitar o trabalho dos professores. Chamado de ‘Brincando na Web’, a plataforma é utilizada para elaboração de atividades pedagógicas para as turmas dos primeiros anos do Ensino Fundamental I. A ferramenta permite aos professores compor um conteúdo e criar questões alternativas associadas ao tema.

projeto_guarapuavaO projeto foi criado pelos alunos Erika Leão, Felipe Weiber e Lucas Sartori para uma disciplina com foco em aspectos relacionados à Interação Humano-Computador e à Avaliação de Interface. No desenvolvimento, foram utilizadas as seguintes tecnologias: linguagem de programação PHP, framework Laravel, Sistema Gerenciador de Banco de Dados MySQL, framework CSS Bootstrap, biblioteca de animação Animate, wysiwyg editor NicEdit e a ferramenta para analise de interação do usuário Hotjar.

E tem mais, o projeto está sendo implantado na Rede Municipal de Ensino de Guarapuava por meio do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo). O objetivo é promover o uso pedagógico da informática na educação básica, assim como incentivar o uso da tecnologia como ferramenta de enriquecimento pedagógico.

Sensacional, heim?

Acadêmicos da UTFPR conquistam o recorde brasileiro de minifoguetes

Aqui é recorde brasileiro!

O grupo de Foguetes do Câmpus Francisco Beltrão conquistou o recorde brasileiro de precisão de apogeu na categoria 500 metros. Foram exatamente 506 metros de altitude alcançados pelo minifoguete projetado e produzido pela galera. O recorde já foi reconhecido pela Associação Brasileira de Minifoguetes.

Batizado de Durango 2, o minifoguete foi lançado no dia 18 de abril, em um dos testes preparatórios do grupo Tsiolkovski, para o 4º Festival Brasileiro de Minifoguetes e alcançou a altitude pretendida com um erro de apenas 1,2%. A estrutura principal do foguete é um cano PVC, com as aletas e a ogiva feitas de fibra de vidro. A parte interna foi adaptada para segurar o motor, sendo este feito de inox.

Equipe GFT, nova detentora do recorde brasileiro de minifoguetes (Foto: Divulgação)

Equipe GFT, nova detentora do recorde brasileiro de minifoguetes (Foto: Divulgação)

O grupo Tsiolkovski, é formado por estudantes e professores do curso de Engenharia Química de Francisco Beltrão e de Engenharia Mecânica de Pato Branco, e entre eles, Andreia Dagostini, que conta que é necessário jogo de cintura para fazer tudo funcionar corretamente. “Muita teoria é estudada e um planejamento é feito. Entretanto, quando colocado em prática, várias coisas não funcionam como na teoria, tudo isso exige que pensemos como engenheiros para resolver os problemas com rapidez e eficiência. Um problema encontrado no desenvolvimento do protótipo foi pensar na estabilidade do foguete para que saísse da rampa de lançamento com a velocidade adequada e que o vento não conseguisse mudar sua trajetória”, comenta a aluna.

Dagostini conta ainda que o foco do grupo não era atingir o recorde, e sim realizar os testes para o evento. “Seria nosso único teste para essa categoria do festival. Sabemos que os simuladores não são tão precisos, então ficamos impressionados com a altitude atingida e só depois pensamos no recorde. Enviamos nossos dados e o recorde foi reconhecido. Certamente foi muito gratificante para todos os membros da equipe”, conclui a estudante.

Para conferir os vídeos e updates da equipe, basta seguir a fanpage GFT 😉

Câmpus Pato Branco finaliza preparativos para o Projeto Rondon 2017

E quem disse que julho é mês de férias? Para uma galera do Câmpus Pato Branco, é hora de meter o pé na estrada e compartilhar o conhecimento aprendido aqui na Tecnológica.

Os alunos estão em fase final de preparação das atividades que irão desenvolver no Projeto Rondon, na Operação Serra do Cachimbo, mais especificamente na cidade de Itaúba, no Mato Grosso. Durante pouco mais de 15 dias, de 14 a 30 de julho, a equipe da Tecnológica irá ministrar uma série de oficinas, entre elas: ‘A Arte de Contar Histórias’, ‘Água e Qualidade de Vida’, ‘Sistemas Individuais de Tratamento de Esgotos’, ‘Empreendedorismo: Discutindo Possibilidades’, ‘Associativismo e Cooperativismo’, ‘Instalações Elétricas: Capacitação e Aprimoramento’ e ‘Bomba Carneiro’.

Rondonistas do Câmpus Pato Branco (Foto: Divulgação)

Rondonistas do Câmpus Pato Branco (Foto: Divulgação)

“É a oportunidade de colocar todo o conhecimento agregado no curso de Administração em prática e transferi-lo para alguém que não teve a mesma oportunidade de estudo, por exemplo. Nossa equipe aqui da UTFPR de Pato Branco acredita que o aprendizado será recíproco e a viagem ao autoconhecimento será inevitável”, comenta Patiuska Vagner Oro, aluna do curso de Administração.

Também fazem parte da equipe, coordenada pelos professores Giovana Faneco Pereira e Thiago de Oliveira Vargas, os alunos Amanda Santos de Lima (Química), André Luiz Simonetti (Agronomia), Anelise Dick (Engenharia Civil), Fernanda Sanches Busch (Letras), Franciele Paludo (Agronomia), Maria Helena Belusso (Engenharia Elétrica) e Willians Raphael Francelino (Engenharia Mecânica).

Projeto Rondon

Coordenado pelo Ministério da Defesa, o Projeto Rondon tem por finalidade levar as Instituições de Ensino Superior (IES) e seus estudantes a diferentes regiões do Brasil, dando-lhes a oportunidade de conhecerem diferentes realidades, socializarem seus saberes e, na interação com as comunidades, elaborarem propostas e criarem soluções participativas, de modo a atenuar as deficiências estruturais locais, contribuir para o bem-estar dessas populações e, simultaneamente, consolidar a formação dos universitários como cidadãos.

 

Curso de Comunicação Organizacional recebe oito prêmios no Intercom Sul

Neste último final de semana, a UTFPR brilhou na cidade de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul! O curso de Comunicação Organizacional conquistou oito premiações no Intercom Sul, evento regional do principal congresso de comunicação do Brasil.

De 12 trabalhos aceitos, dois terços receberam a premiação na Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), uma conquista significativa para a Tecnológica e para curso de Comunicação Organizacional, o único da região no sul e o segundo do País.

19402080_1777364412575453_4617575728797453773_o

Matheus Pronunciato, vencedor da categoria de Produto de Comunicação Institucional Audiovisual, comenta sobre a importância da conquista: “muita gente acha que Comunicação Organizacional é apenas um braço da comunicação, mas é uma área muito maior e que exige profissionais com muita desenvoltura e várias habilidades. Acho que nossa presença nessa edição do Intercom deixou bem claro que somos capazes de fazer isso e muito mais”.

TRABALHOS VENCEDORES

Categoria Cinema e Audiovisual
Fotografia em Movimento – Thayna Bressan
Filme de Animação – Liziane Andre
Videoclipe – Gabriela Paim

Categoria Relações Públicas e Comunicação Organizacional
Projeto de Assessoria de Comunicação Empresarial – Beatriz Rossoni
Assessoria de Comunicação para o Terceiro Setor – Tatiane Fagundes
Produto de Comunicação Institucional Audiovisual – Matheus Pronunciato
Planejamento estratégico de Relações Públicas – Marina Scheffer

Categoria Transdisciplinar
Fotografia Artística – Gabriel Abreu

ETAPA NACIONAL

Os alunos vencedores agora se preparam para participar do Expocom no Intercom Nacional, que nesta 40ª edição será sediada na Universidade Positivo, em Curitiba. Os trabalhos irão competir com pesquisas realizadas nas outras cinco regiões do país.

“A minha expectativa para o evento nacional está sendo a mesma que foi no regional, ter a oportunidade de participar de um evento grande, apresentando para pessoas da mesma área um trabalho que demonstra bastante da nossa capacidade como alunos e profissionais”, completa Pronunciato.

Câmpus Dois Vizinhos conquista 1º e 2º lugares em hackathon de tecnologia assistiva

Dale, UTF! O Câmpus Dois Vizinhos conquistou os 1º e 2º lugares no Hackathon de Tecnologia Assistiva durante a 9ª Semana Empresarial Tecnológica de 2017, realizada entre os dias 19 e 20 de maio.

Integrantes da equipe vencedora durante a entrega da premiação (Foto: Divulgação)

Integrantes da equipe vencedora durante a entrega da premiação (Foto: Divulgação)

O Hackathon é um evento onde os participantes trabalham intensivamente durante várias horas seguidas em um determinado projeto de programação. Nesta edição, o evento teve como objetivo as tecnologias assistivas que buscam melhoria na qualidade de vida das pessoas com algum tipo de deficiência.

O primeiro lugar ficou com a equipe Pratix, composta pelos alunos de Engenharia de Software Bruno Russi Lautenschlager, Guilherme Guimarães da Cunha, Gabriel Paula de Souza, Reinaldo Fernandes e Fernando Lucas Gontijo.

A Pratix teve duas ideias desenvolvidas no evento. A primeira, foi criar uma plataforma web de exercícios que ajudassem pessoas com problemas cognitivos, ajudando na assimilação de significados e cores. Já a segunda, foi proposto o desenvolvimento de um protótipo de hardware que se baseia em um mouse estilo Atari para pessoas com dificuldades motoras.

Além da equipe vencedora ganhar consultoria de especialistas para a continuidade do projeto, ainda tiveram a oportunidade de compartilhar experiências na maratona. “Esses ambientes dão uma grande oportunidade para conhecer novas pessoas. O tema proposto pelos organizadores do hackathon foi super bem escolhido, pois abriu a nossa mente para dar mais atenção para esta grande parte da população mundial que possui algum tipo de limitação”, comenta Reinaldo Fernandes.

O segundo lugar da maratona também ficou com outra equipe de alunos de Engenharia de Software da UTF com o projeto “Tamaghost”, inspirado no brinquedo Tamagotchi.

A UTFPR é apoiadora da Semana Empresarial e Tecnológica de Dois Vizinhos, que une a 9ª Semana Empresarial da cidade e a 3ª Conferência Tecnológica do Sudoeste do Paraná (HUB).