Não foi aprovado na primeira chamada? Corre para se inscrever na Lista de Espera

00899_campanha_sisu_2019_lista_de_espera_banner_1692237633267604596

Você foi acessar o resultado da primeira chamada do Sisu para a UTFPR e seu nome não estava lá? Calma! Ainda há chance!

Você pode se inscrever na Lista de Espera do Sistema, diretamente no site do Sisu. Ufa!!!

Corre lá, pois o prazo para se inscrever termina às 23h59 do dia 05 de fevereiro!

Mas fique ligado que temos algumas novidades:

O candidato que foi selecionado na chamada regular na primeira ou segunda opção, não poderá participar da Lista. E os que não foram aprovados, podem escolher a primeira ou segunda opção para concorrem à Lista de Espera.

Como participar?

Para continuar concorrendo a uma vaga na UTFPR, o candidato deve acessar o sistema, entrar em seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu.

Ao finalizar a inscrição, o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

Depois disso é só torcer!!!

Resultado (Cruzando os dedos!!!)

A lista de espera será publicada no dia 11 de fevereiro e a segunda chamada do Sisu, a qual selecionará candidatos desta lista, deve ocorrer no dia 13.

Atenção!! Após a publicação da Lista de Espera, os resultados das chamadas serão publicados exclusivamente no site da UTFPR

Sisu 2019.1 | Sistema de cotas

Campanha Sisu 2019 - banner blog do aluno

Desde 2013, a UTFPR adota a política de ações afirmativas para ingresso em seus cursos de grauação. Instituído pela Lei n° 12.711/2012, o sistema de cotas reserva 50% das vagas ofertadas no Sisu para alunos de escolas públicas.

A legislação segmenta as vagas em oito categorias distintas. São elas:

  • Candidatos com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, com renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos que, independentemente da renda,  tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos com deficiência que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas, que tenham renda familiar bruta per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos com deficiência que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.
  • Candidatos com deficiência autodeclarados pretos, pardos ou indígenas que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas.

O candidato que for concorrer a uma dessas vagas precisa ficar atento às exigências de documentação comprobatória. A relação completa dos documentos necessários para matrícula está disponível no Anexo III do edital do Sisu-UTFPR

Ah, algumas obervações imporantes sobre o sistema de cotas:

O candidato que optar no ato de sua inscrição pelas vagas destinadas a cotistas e não comprovar esta condição no ato da entrega de documentação, perderá o direito à vaga.

Por fim, o sistema de cotas não aceita canditados que tenham sido bolsistas em escolas particulares.

Para mais informações, sempre consulte a nossa Página do Sisu.

Sisu 2019.1 | Pesos aplicados pela UTFPR

Campanha Sisu 2019 - banner blog do aluno

A partir desta segunda-feira (22) estão abertas as inscrições para a edição 2019.1 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Só para a UTFPR, são 4.442 vagas em 111 cursos de graduação.

O Sistema adota como critério de seleção as notas obtidas nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). No entanto, cada instituição pode aplicar um peso diferente para o grupo de disciplinas do Exame.

Na UTFPR, os pesos variam de 1 a 4, dependendo da disciplina e do curso pretendido. O peso 4, por exemplo, é aplicado na disciplina de matemática para todas as engenharias. Dessa forma, um candito que tenha feito uma boa pontuação nessa disciplina  confira aqui a relação completa dos pesos.

O Departamento de Processos Seletivos da UTFPR também disponbiliza os maiores e menores escores dos aprovados nas últimas edições do Sistema. Uma boa dica para quem quer ter uma noção de como foi a pontuação dos que conquistaram uma vaga na Universidade Tecnológica.

As inscrições ficam abertas até 25 de janeiro, diretamente na página do Sisu.

 

Alunas fazem vaquinha para apresentar projeto de extensão na Colômbia

O evento será realizado no próximo mês de maio, mas o grupo já se articula para levantar o valor dos custos da viagem. “Colocamos uma meta de R$ 20 mil na vaquinha, mas o quanto conseguirmos arrecadar será de excelente ajuda”, diz Isadora Freitas, uma das integrantes do grupo.

Projeto de extensão em matemática será apresentado em evento científico internacional (Imagem: Freepik)

Projeto de extensão em matemática será apresentado em evento científico internacional (Imagem: Freepik)

O aceite para apresentação do trabalho veio após a bem-sucedida experiência do projeto, executado em uma escola de crianças carentes de Apucarana. “Uma vez por semana eu e mais três colegas de turma levávamos jogos matemáticos para estimular o aprendizado das crianças. No começo elas sentiam muita dificuldade, mas com o passar do tempo percebemos que elas foram ficando mais próximas da matemática e as dificuldades diminuíram”, conta. O projeto atendia adolescentes de 14 a 17 anos.

Alunas durante apresentação de trabalho no Seminário de Extensão e Inovação da UTFPR (Foto: Divulgação)

Alunas durante apresentação de trabalho no Seminário de Extensão e Inovação da UTFPR (Foto: Divulgação)

Apresentado no Seminário de Extensão de Inovação da UTFPR (SEI), o trabalho foi premiado como o melhor banner dentre os demais produzidos por acadêmicos do Câmpus Apucarana.

Sobre a Conferência na Colômbia, Isadora diz ser uma oportunidade de representar a UTFPR e seus projetos em um evento de porte internacional, além do enriquecimento acadêmico que eventos do tipo de proporcionam.

Além da Isadora, fazem parte do projeto as alunas Bruna Castilho, Giovana Melendi e Laura Marco. Os trabalhos contam com orientação da professora Danielle Gonçalves.

Gostou da iniciativa das nossas futuras engenheiras?

Contribuições para a vaquinha podem ser feitas neste link.

Calouros, sejam bem-vindos!

Já comemorou muito a aprovação? Agora é hora de, definitivamente, os jogos começarem!

Mas a gente sabe que, em todo começo, é normal bater aquele sentimento de estar perdido em um espaço totalmente diferente e com pessoas que, muito provavelmente, você nunca tenha tido contato antes. Por isso, o Blog do Aluno preparou este post de boas vindas pra você conseguir se guiar neste universo (literalmente) da Universidade 😉

VoltaAulas2018

A primeira dica é conhecer a estrutura física da Tecnológica, sua segunda casa nos próximos anos. E, para isso, basta dar uma olhada no mapa do câmpus onde seu curso é ofertado – os mapas estão disponíveis nos respectivos portais. Assim, você conhece onde ficam o departamento do seu curso, as secretarias, banheiros, quadras, bibliotecas e o Restaurante Universitário (RU).

E pra você ter livre acesso aos ambientes da Universidade, não se esqueça de fazer seu crachá no Derac, o Departamento de Registros Acadêmicos, ou Secretaria, como é conhecido pelos alunos. A produção do crachá segue um cronograma próprio; então, informe-se sobre os dias e horários de atendimento. Atenção: o crachá é indispensável para você ter acesso a diversos serviços como, por exemplo, o RU e a biblioteca.

Sistema de Bibliotecas. O acervo de mais de 200 mil exemplares está disponível para todos os estudantes, seja para consulta local ou empréstimo. O cadastro é bem simples. A partir do número da sua matrícula, será gerada uma senha pessoal para a realização de empréstimos e renovações on-line. Cada aluno pode emprestar cinco livros pelo período de sete dias, podendo serem renovados por outras três vezes por igual período.

Auxílio Estudantil. Os alunos que possuem renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio podem se inscrever no programa de Auxílio Estudantil, que através das bolsas (básica, alimentação, instalação e moradia) dão uma força para os estudantes que mais precisam. Todo o seletivo é coordenado pelos núcleos de Assistência Estudantil (Nuapes) dos câmpus.  Além disso, todos os estudantes regularmente matriculados têm direito à alimentação subsidiada nos Restaurantes Universitários (RU).

Internacionalização. Você sabia que a Tecnológica possui convênios com diversas universidades estrangeiras? Sim, são mais de 90 acordos já firmados e muitos outros em fase de negociação. Por conta disso, os cursos de graduação cada vez mais fecham parcerias de dupla diplomação (você ainda ouvir falar muito nisso), o que possibilita ao aluno fazer um período de intercâmbio no exterior e ainda receber dois diplomas de graduação, um expedido pela Tecnológica e outro, pela instituição estrangeira. Saiba mais diretamente na coordenação do seu curso.

Muito mais… Além disso, os câmpus têm diversas atividades extracurriculares para os alunos, como é o caso dos grupos de teatro, corais, incubadoras, hotéis tecnológicos e até empresas juniores. E, claro, há também as atividades encabeçados pelos Centros Acadêmicos, representantes dos interesses dos alunos junto às coordenações, e pelas Atléticas, responsáveis por dar uma mão para a galera que adora esportes.

Ah, e para terminar, não poderia deixar falar um pouco sobre a nossa Tecnológica. A Instituição não foi criada e, sim, transformada a partir do Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet-PR). Como a origem deste centro é a Escola de Aprendizes Artífices, fundada em 1909, a UTFPR herdou uma longa e expressiva trajetória na educação profissional. Trajetória esta que se consolida com o ensino, a pesquisa e a extensão, reconhecidos cada vez por sua qualidade.

Por falar em qualidade, alguns dados: somos a 2° Universidade Jovem (menos de 30 anos) mais Importante do Brasil, segundo o Ranking da Folha de S. Paulo (RUF), a 1° Instituição no Conceito Médio de Graduação do Paraná e a 16° Instituição no Conceito Médio de Graduação do País. Além disso, temos o maior número de vagas ofertadas em cursos de Engenharia no Brasil e a maior oferta anual de vagas no Sistema de Seleção Unificada do MEC (Sisu). Atualmente, está presente em 13 cidades do Paraná com mais de cem cursos de graduação.

É isso aí. Um bom período letivo a todos! :)